Sustentabilidade

Jardins flutuantes estão transformando Nova York em uma cidade mais verde

por: Mari Dutra

Se você é do tipo que acha que sujeira e poluição são temas exclusivamente brasileiros, então está na hora de dar uma olhada no canal Gowanus, localizado em Nova York (Estados Unidos). O espaço ganhou um título nada agradável: o de um dos cursos de água mais poluídos do país.

Olha ele aí:

Bem chato, né?

Por sorte, há pequenas soluções para grandes problemas. E elas podem ser muito eficientes! É o que prova a iniciativa GrowOnUs. Trata-se de um pequeno jardim flutuante formado por 30 espécies de plantas que agem como filtros na hora de limpar as impurezas da água.

Segundo o site Takepart, as plantas interagem com as águas do canal através de um processo conhecido como fitorremediação – um nome complicado para definir o uso de plantas como agentes de purificação. O ambiente sob a ilha funciona como habitat para mexilhões, que também atuam como auxiliares na limpeza da água.

Embora pareça simples, a instalação da estrutura só foi possível graças a uma bolsa no valor de US$ 20.000 oferecida pela Cornelia & Michael Bessie Foundation para a agência de design Balmori Associates, responsável pelo projeto. Instalado em 2015, o jardim flutuante está aos poucos mudando a cara do canal – e pode  até mesmo ser usado como uma horta flutuante no futuro!

Publicidade

Fotos: 1 - Bizarre Beyond Belief; 2, 5 - Reprodução Balmori Associates; 3, 4 - The Plaid Zebra


Mari Dutra
Especialista em conteúdos digitais, Mariana vive na Espanha, de onde destila textos sobre turismo, sustentabilidade e outros mistérios da vida. Além de contribuir para o Hypeness desde 2014, também compartilha roteiros e reflexões mundo afora no blog e no Instagram do Quase Nômade.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Empresário árabe quer mover dois icebergs da Antártida para o Golfo Pérsico