Ciência

Maconha medicinal pode prevenir doenças de fígado associadas ao álcool, aponta estudo

por: Redação Hypeness

Uma das maiores vantagens a respeito da legalização de uma planta evidentemente poderosa como a maconha é a abertura para a possibilidade de pesquisas e descobertas dos diversos efeitos que o uso da planta pode nos provocar – e com isso criar novos medicamentos e utilidades para tal.

A cada dia uma nova benesse é descoberta, de tal modo, a partir do uso da maconha com intuitos medicinais, e um grupo de pesquisadores de Massachusetts, nos EUA, publicou um estudo que indica mais um imenso benefício que essa incrível planta pode nos trazer.

Partindo do conhecido potencial anti-inflamatório que a maconha possui, o estudo decidiu por investigar se a planta poderia prevenir doenças do fígado ligadas ao consumo excessivo de álcool. Os males do consumo de álcool são tamanhos, que muitos consideram a pior droga ingerida pelo ser humano – cerca de 88 mil mortes acontecem por ano por seu uso – e muitas delas por conta de doenças no fígado. Os pesquisadores do North Shore Medical Center, em Salem, Massachusetts, no entanto, trazem boas notícias.

Utilizando cerca de 319 mil pacientes que usam ou usaram álcool em excesso, e o resultado é claro feito a água: o grupo que se valeu da maconha como tratamento demonstrou chances consideravelmente menores de desenvolver doenças no fígado – como a cirrose, por exemplo. Quanto mais se uso maconha entre os pacientes envolvidos na pesquisa, maiores foram os efeitos anti-inflamatórios, e menor a probabilidade de inflamações no fígado.

O ponto da pesquisa, no entanto, não é incentivar simplesmente o uso da maconha ou a mistura da planta com o álcool, mas apontar o imenso potencial que um tratamento a partir da maconha medicinal e seus derivados pode trazer para pacientes com problemas no fígado. Pelo visto, não só a maconha faz muito menos do que o álcool, como ela própria pode ajudar a amenizar os problemas de saúde que o consumo excessivo de álcool pode nos trazer.

A questão que permanece, portanto, é como a maconha pode ainda ser proibida, especialmente em países como o Brasil – onde o consumo de álcool em excesso é um grande e verdadeiro problema.

Publicidade

© fotos: divulgação/Getty Images


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Planta amazônica que pode agir contra tumor está sendo estudada por cientistas brasileiros