Arte

Magritte, Hopper e muito mais: As obras que se tornam domínio público em 2018

por: Redação Hypeness

O primeiro dia do ano é considerado por muitos como o dia mundial da ressaca ou o dia universal das promessas que nunca são cumpridas. Mas a data tem também outro valor muito especial: é quando diversas obras finalmente passam a ser de domínio público.

Aqui no Brasil, a lei estabelece que, para que uma obra entre em domínio público, é preciso que se passem 70 anos após a morte de seu autor. Dessa forma, criações publicadas por autores que faleceram em 1947 passaram a ser de uso público a partir do dia 1º de janeiro de 2018. Confira alguns dos autores/artistas que se enquadram nessa categoria.

Pierre Bonnard (1867-1947)

O pintor francês foi um dos fundadores do grupo de vanguarda pós-impressionista Les Nabis.

Winston Churchill (1871–1947)

Apesar de ser um homônimo, trata-se de um escritor americano – e não é o mesmo Winston Churchill que você está pensando, ok?

Kathleen Scott (1878 – 1947)

Conhecido escultor britânico durante o início do século passado.

Albert Marquet (1875 – 1947)

Amigo próximo de Matisse, o pintor francês é o responsável pela obra abaixo.

Georg Kolbe (1877 – 1947)

Escultor alemão, Kolbe teve grande parte de seus trabalhos destruídos durante as guerras que assolaram o país.

Anna Wickham (1883-1947)

Embora tenha publicado poucos trabalhos, a autora é conhecida por escrever textos feministas na Londres da década de 30.

René Magritte (1898–1967) e Edward Hopper (1882 – 1967)

As obras dos artistas passam a ser de domínio público apenas em países que estabelecem como lei a regra de passados 50 anos da morte do autor. É o caso do Uruguai, Canadá e de diversos países na Ásia e África. Infelizmente, ainda precisaremos esperar mais 20 anos para usufruir de suas criações aqui no Brasil.

Publicidade

Fotos: Domínio Público, exceto quando especificado

Fontes: Wikipedia, MyModernMet e Nexo


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
‘Príncipe em NY’ estreia com elenco original, figurino e penteados incríveis