Ciência

Será que você é atraído pela inteligência? Como saber se você é um sapiossexual

por: Redação Hypeness

O amor muitas vezes nos deixa burros. Antes disso, porém, enquanto tudo ainda é atração e sedução, para uma boa parcela da população o diferencial justamente é a inteligência – são os “sapiossexuais”, aqueles que se sentem atraídos principalmente pela inteligência de outras pessoas. Uma pesquisa da Universidade Ocidental da Austrália e publicada na revista Intelligence indica que 1% a 9% da população entre 18 e 35 anos podem ser sapiossexuais.

Através de um questionário desenvolvido pelos cientistas da universidade, a respeito tanto das percepções sobre inteligência quanto da delimitação de interesses amorosos, 383 estudantes com nível de inteligência considerado médio (QI acima de 100) apontaram tal resultado – em média, 1 em cada 10 pessoas do mundo consideram a inteligência um atributo sexual determinante. A definição do que seria o sapiossexual, no entanto, não é simples nem se resume à atração pela inteligência alheia.

Segundo a pesquisa, não se trata de um padrão irrestrito, em que quanto mais inteligente for a pessoa, mais atraente ela será – e nem de que esse atributo é o único para que a sedução se dê. Para o padrão sapiossexual definido pela pesquisa, pessoas com inteligência superior a 90% da população são os mais atraentes, mas os raros casos de pessoas mais inteligentes do que 99% da população já não seriam tão desejados.


Cena da série The Big Bang Theory

Além da inteligência, é preciso ser amável, compreensível, de personalidade estimulante e fácil de lidar. Em suma: que bom que os sapiossexuais existem, mas não está fácil seduzir nem para as pessoas mais brilhantes do mundo.

Publicidade

© fotos: divulgação


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Você pode não ser intolerante a glúten e sim a agrotóxico