Inspiração

Agora é lei: 50% dos cargos públicos de país europeu serão ocupados por mulheres

por: Tuka Pereira

Na Escócia, direitos iguais entre homens e mulheres não é só um sonho distante. Uma nova lei, aprovada pelo parlamento do país, torna obrigatório a partir de 2022 que a proporção de mulheres a ocuparem postos executivos de um organismo público deve ser de pelo menos 50%.

O regulamento será aplicado a equipes de gestão de colégios, universidades e alguns organismos públicos, incluídos os conselhos de saúde, agências empresariais, polícia e bombeiros.

Angela Constance, ministra da Igualdade escocesa, disse que o objetivo é “corrigir a escassa representação das mulheres nos conselhos públicos”, assegurar que as suas vozes “deem forma às decisões que tomam” e que tenham um impacto sobre os serviços públicos.

“As mulheres representam 51% da nossa população, mas estão pouco representadas em postos de tomada de decisões. Isto não é aceitável e em 2018, simplesmente não deveria acontecer”, afirmou.

A lei de igualdade de gêneros em cargos públicos no país europeu, chega no momento em que mulheres estão protestando contra o assédio e reforça a necessidade de mais avanços.

Publicidade

Imagens: Reprodução


Tuka Pereira
Jornalista há mais de uma década e 'escrevinhadora' há muito mais tempo, Tuka Pereira aborda feminismo a gatinhos fofos com a mesma empolgação. Se existe algo que gosta mais do que escrever é carimbar o passaporte. Já esteve em boa parte do mundo e todo dinheiro que ganha gasta em viagens.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Lady Gaga financia projetos de educação em áreas de recentes massacres nos EUA