Fotografia

As sinistras fotografias infravermelho de Chernobyl

por: Redação Hypeness

Mesmo passados mais de 3o anos do acidente nuclear, poucos são os que se atrevem a fotografar Chernobyl. Talvez por isso mesmo as imagens capturadas em infravermelho por Vladimir Migutin soem ainda mais sinistras.

O fotógrafo nasceu em Belarus em 1986, no mesmo ano do desastre, porém deixou o país aos cinco anos. Recentemente, ele decidiu visitar sua cidade natal para encontrar alguns amigos que ainda viviam na região e pensou que seria uma boa ideia conhecer Chernobyl.

Antes de encarar a viagem, Vladimir pesquisou sobre a segurança na área. Além disso, todo o passeio foi realizado com um grupo certificado, acompanhado de um instrutor.

 

Embora em algumas áreas de Chernobyl, entrada é proibida, os níveis de radiação sejam letais, o fotógrafo contou ao Bored Panda que, segundo suas pesquisas, a radiação média enfrentada por ele durante a viagem foi semelhante à de um voo a 10 mil metros do chão.

Suas fotos em infravermelho são de arrepiar. Confere só!

 

Publicidade

Todas as fotos: Vladimir Migutin


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Fenômeno natural transforma asas de beija-flor em arco-íris