Debate

Choque de Cultura da vida real: Caminhoneiro estraga relíquia arqueológica no Peru

por: Redação Hypeness

As linhas de Nazca são localizadas ao sul do Peru, entre os Vales de Ingenho e Nazca e são consideradas um dos patrimônios da humanidade desde 1994. No final de janeiro, um caminhão saiu da estrada e danificou três das figuras. Segundo o Ministério da Cultura do país, a área afetada tem 100 metros de comprimento por 50 de largura.

Criadas por uma civilização que viveu no atual território do Peru entre 300 a.C. e 800 d.C., as misteriosas linhas de Nazca intrigam geólogos e historiadores de todo o mundo. Os 500 geóglifos desenhados no chão árido representam animais, plantas e formas geométricas numa área de 490 quilômetros quadrados. Algumas das imagens chegam até 270 metros de diâmetro.

De acordo com o Ministério da Cultura do Peru, que fez uma inspeção no local, a passagem do caminhão criou “faixas profundas” no local. Depois de danificar as linhas de Nazca, o motorista do caminhão voltou para a estrada e continuou seu caminho.

Uma pessoa, que também viajava pelo local, gravou tudo com o celular e o vídeo foi publicado nas redes sociais. O motorista foi localizado cerca de três horas depois, perto da cidade de Nazca. Inicialmente, ele seria condenado a uma prisão preventiva de nove meses e a pagar uma multa equivalente a R$ 4,9 mil. No entanto, decidiu-se que não havia provas suficientes de que ele havia entrado no sítio arqueológico propositalmente e foi liberado.

Ele ainda será julgado e pode ficar até seis anos preso.

Publicidade

Imagens: Reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Advogada sobre abuso e denuncia: médico deixou seios à mostra e tocou partes íntimas