Arte

O drink perfeito existe? Este filme de suspense prova que sim

por: Vitor Paiva

Preparar um bom drink é um dom quase artístico. Mas o que muitas vezes esquecemos é que saborear um drink é também uma arte. Todo mundo tem suas preferências e gostos pessoais, mas será possível preparar um drink perfeito? Como seria esse drink imbatível? E quem seria capaz de fazê-lo?

Não poderia evidentemente ser uma combinação de sabores banal – é preciso arriscar, em nome da sofisticação e do refino, para se chegar ao tal drink perfeito. E se há uma bebida singular em seu sabor e até mesmo em sua aparência, capaz de saltar aos olhos e ao paladar de qualquer um, essa bebida é o Campari.

Ao invés, porém, de simplesmente propagandear o sabor da bebida, desde o ano passado que Campari vem inovando – e apostando também no espírito de sedução e mistério que rodeia a marca. Assim, no lugar do tradicional calendário anual da marca, de 2017 para cá que Campari vem investindo em pequenas obras cinematográficas – seguindo o mote de que cada drink conta uma história, através da campanha Red Diaries, trazendo verdadeiros curta metragens de suspense, mistério e ação, para significar assim justamente a singularidade dessa bebida. No ano passado o filme lançado foi o curta Killer in Red. Esse ano o filme será The Legend Of The Red Hand (ou A Lenda Do Mão Vermelha).

Essa mudança representou uma transformação radical na comunicação da marca, que passou a produzir filmes de altíssima qualidade, com elencos estelares, diretores premiados e produção impecável – sem deixar nada a dever para filmes hollywoodianos. Na visão de Campari, um drink é um veículo para não só se contar uma história, mas também para que os bartenders ao redor do mundo possam se expressar – e a campanha leva tais premissas ao máximo.

Em 2017, o curta Killer in Red foi dirigido pelo premiado diretor italiano Paolo Sorrentino, e estrelado por ninguém menos que Clive Owen. E para 2018 as ambições não diminuíram em nada. O desejo da marca de iluminar as influências que levam à criação e ao espírito das melhores bebidas – sempre em busca do drink perfeito -, Campari convocou a atriz Zoe Saldana para viver a personagem Mia Parc.

A missão de Mia, no filme, é justamente descobrir a identidade do Mão Vermelha, o bartender responsável pela criação do drink perfeito.

O problema é que a identidade do Mão Vermelha é um segredo absoluto e perigoso, a não ser por um charmoso detalhe: sabe-se que ele trabalha com luvas vermelhas.

Mas qual será o drink perfeito afinal? E qual é a identidade do Mão Vermelha? Isso só mesmo assistindo ao filme The Legend of The Red Hand (A Lenda do Mão Vermelha).

A direção ficou a cargo do também premiado diretor italiano Stefano Sollima, especialista em suspense e filmes de máfia. Tudo no filme é envolto nesse clima de investigação, segredo, perigo e sedução, como um verdadeiro caleidoscópio vermelho, que aposta nesse jogo de sensações e sabores para divulgar uma marca tradicional como Campari de forma envolvente, sedutora e bastante inovadora.


Sollima dirigindo a campanha

Se cada drink conta uma história, o drink perfeito da nova campanha de Campari conta definitivamente uma história e tanto.

Quer ver como as táticas do diretor funcionam na prática? Então corre para a página especial.

Publicidade

© fotos: reprodução


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Artista disponibiliza cartilha gratuita que ensina a fazer tintas naturais