Viagem

Partiu? Londres abre mais de 500 vagas para profissionais que falam português

por: Vitor Paiva

Uma das cidades mais importantes e excitantes do mundo, Londres é também uma das mais caras para se viver. Mas essa, porém, é uma notícia boa, em especial para quem brasileiros: 553 vagas de emprego estão sendo ofertadas na capital inglesa para quem domina o idioma português. As vagas aqui relacionadas foram disponibilizadas no LinkedIn, e muitas delas são relacionadas a trabalhos com internet, e incluem trabalhos em grandes empresas atuais.

A lista é vasta, e as possibilidades parecem bastante boas. Que tal, por exemplo, trabalhar na parte de crédito e coleções do GettyImages? Ou como como gerente de contas do Spotify? Empresas como o site de vendas Kelkoo, a plataforma de envio e recebimento de valores TransferWise, a agência de marketing esportivo Pitch International, a empresa de loterias e apostas esportivas Editec, e muitas outras grandes marcas procuram, de modo geral, pessoas com domínio de inglês e português, para oportunidades de trabalho em Londres.

Os maiores detalhes dos empregos podem ser vistos diretamente no link dentro do LinkedIn Jobs – onde as outras centenas de oportunidades de trabalho na cidade estão também disponibilizadas.

Se a temperatura de Londres costuma ser congelante e o tempo permanece constantemente nublado, o mesmo não pode se dizer do espírito da cidade – quente e aberto como uma das mais incríveis capitais para se viver. Começar essa possível jornada com um emprego é como abrir as portas para um sonho britânico.

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Joanesburgo: rolê no centro financeiro e cosmopolita da África do Sul pós-apartheid