Arte

Vídeo inédito de Cássia Eller tocando no Circo Voador é divulgado pelo músico Victor Biglione

por: Vitor Paiva

Para comemorar seus 60 anos, o mestre brasileiro da guitarra Victor Biglione tornou inevitável um clichê: a comemoração é dele, mas o presente é nosso. A fim de oferecer uma viagem por toda sua vasta carreira, o músico colocou no ar o site Seis Cordas para as Estrelas, com material de seu trabalho como guitarrista ao lado de grandes nomes da música brasileiro. Dentre as diversas pérolas do site – que foi ao ar nesse último sábado – um registro em vídeo até então inédito de um show de Biglione com a participação de uma então jovem porém já incrivelmente talentosa cantora em começo de carreira: Cássia Eller.

Victor e Cássia, à altura do show no Circo Voador, em 1991

O show aconteceu em 1991, e Cássia foi convidada a cantar três músicas com Biglione no lendário palco do Circo Voador, no Rio de Janeiro. A presença da cantora é perfeitamente adequado ao espírito blues que tanto marca a carreira de Cássia quanto do guitarrista, com clássicos como “Folson Prison Blues”, de Johnny Cash, “Que o Deus Venha”, parceria entre Frejat, Cazuza e Clarice Lispector, e “I Ain’t Got Nothing But The Blues”, de Duke Ellington e Don George, entre outros. Até pouco tempo o vídeo estava ainda em VHS, tendo sido filmado por Jailton, roadie de Biglione, que lhe ofereceu como um presente, que se tornou uma espécie de jóia da coroa do site comemorativo.

Esse não é, no entanto, a única grande atração do novo site. Tendo tocado com nomes como Chico Buarque, João Bosco, Luiz Melodia, A Cor do Som, Moraes Moreira e tantos outros, a carreira de Victor Biglione é plena de momentos históricos.

Cássia e Victor durante o show no Circo

Destaca-se também, entre os principais vídeos trazidos à tona no site, o show no primeiro Rock in Rio, com Moraes Moreira, e a apresentação que o guitarrista fez com Gal Costa no fatídico show do Riocentro, em 1981, reunindo os maiores nomes da música brasileira da época, onde os militares planejavam explodir uma bomba (que acabou detonada dentro de um carro, no colo de um dos militares envolvidos, fora do local do show).

Ao completar 60 anos, o passado do guitarrista brilha com intensidade, mas o futuro também segue cheio de planos e caminhos. Seu próximo passo é um novo show, com três guitarras, ao lado de Davi Moraes e um guitarrista convidado, local de onde o show estiver acontecendo. Que Biglione siga filmando sua história, para criar novos tesouros para os anos por vir.

Publicidade

© fotos: reprodução/divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
A maior galeria a céu aberto do mundo foi pintada por pessoas com déficit de aprendizagem