Viagem

5 bolsas de estudo para quem quer aprender no exterior

por: Joao Rabay

Estudar fora do país não é apenas enriquecedor profissionalmente, mas também traz dezenas de aprendizados sobre si e o mundo que ficam pelo resto da vida. Nem sempre o intercâmbio é viável financeiramente, mas há programas de bolsas de estudo que podem ajudar e muito a realizar esse sonho.

Selecionamos cinco programas com vagas abertas, que podem te levar ao Espanha, Estados Unidos, Austrália, Irlanda e Japão. Cada um tem processos de seleção com critérios variados, mas documentos para comprovar a proficiência no idioma do local e que contem a história acadêmica dos candidatos são pré-requisitos básicos de todos.

Programa Líderes Estudar (Diversos destinos)

Há mais de 25 anos a Fundação Estudar banca o intercâmbio de jovens talentos do Brasil inteiro. Podem se candidatar pessoas de 16 a 34 anos, matriculados, em processo de aceitação ou cursando o ensino superior.

O processo de seleção envolve sete etapas, que incluem testes de lógica, vídeo sobre a trajetória do candidato e entrevistas, presenciais ou via internet. A instituição também leva em conta o nível de comprometimento do candidato com o Brasil. As inscrições vão até o dia 26 de março.

Fulbright (Estados Unidos)

Este programa, promovido pelo governo norte-americano, já levou mais de 3500 brasileiros para estudar em universidades dos Estados Unidos. Há uma grande variedade de bolsas, para estudantes e pesquisadores de diversas áreas, incluindo mestrado e doutorado.

Além disso, existem alternativas para quem quiser ensinar português nos Estados Unidos, ou para professores de inglês que desejem passar um tempo fora do país para se aprimorar profissionalmente.

Fundación Carolina (Espanha)

Criada no final do ano 2000, a Fundación Carolina apoia estudantes interessados em ingressar nos programas de pós-graduação, doutorado e pós-doutorado na Espanha, além de cursos de verão.

programas voltados para as áreas da comunicação, meio ambiente e sustentabilidade, saúde, economia, ciências sociais e jurídicas, artes e programação de videogames.

International Education Scholarship (Irlanda)

O governo irlandês apoia financeiramente aqueles interessados em estudar no país, com 60 bolsas de estudo com duração de um ano para graduação, mestrado e PhD.

Os interessados precisam se apressar, já que as inscrições se encerram no dia 23 de março. Não há limitação sobre a área de conhecimento, e cada bolsa dá direito a 10 mil euros para custear um ano de estudo.

MEXT (Japão)

O governo japonês, em parceria com a Embaixada do Japão no Brasil, oferece as bolsas MEXT, do Ministério da Educação, Cultura, Esportes, Ciência e Tecnologia do Japão.

Além da isenção das anuidades dos cursos, os programas também garantem passagem de ida e volta para o país, curso de língua japonesa e um valor para manutenção do estudante no Japão, que pode variar entre 3 e 5 mil reais mensais.

Cada bolsa tem regras e prazo de inscrição diferentes: Graduação, Pesquisa (Pós-Graduação), Escola Técnica, Curso Profissionalizante, Treinamento para Professores e Língua e Cultura Japonesa.

Publicidade

Fotos internas: Divulgação

Foto de capa: CC0 Creative Commons


Joao Rabay
Gosta de ler boas histórias para aliviar a mente no meio de tantas notícias ruins. Ainda acredita que elas podem inspirar boas mudanças e fica feliz quando pode contá-las.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Hard Rock anuncia primeira unidade em SP em prédio icônico na Avenida Paulista