Debate

Boicote, Chewbacca, Marielle e Lula: as polêmicas envolvendo a nova série de Padilha, na Netflix

por: Redação Hypeness

Publicidade Anuncie

O cineasta José Padilha está no centro de uma mais nova polêmica envolvendo o mundo da política brasileira. Isso em função da estreia de sua nova série no Netflix, O Mecanismo, produção inspirada em fatos reais sobre as investigações da operação Lava Jato.

Como sempre, o debate se polarizou entre as visões divergentes entre esquerda e direita. Os primeiros acusam o seriado de ‘promover boatos infundados’, as chamadas fake news, além de ter uma ‘postura criminosa’.

Representantes da direita brasileira por sua vez elogiam o trabalho de Padilha, responsável pela franquia Tropa de Elite, defendendo a liberdade de expressão e acusando setores da esquerda de reagirem de forma exagerada. Além disso, muitos defensores apontam a relevância de críticas contra o governo do PT, especialmente ao ex-presidente Lula, feitas por O Mecanismo.

O série ‘O Mecanismo’ está dividindo opiniões nas redes sociais

Entre os manifestantes insatisfeitos está a ex-presidente Dilma Rousseff, que por meio de nota criticou o Netflix, que segundo ela ‘não sabe onde está se metendo’.

Quem também se expressou foi a candidata à presidência Marina Silva, que em sua conta no Twitter fez uma postagem com o rosto da vereadora Marielle Franco, executada a tiros no centro do Rio de Janeiro. A postagem não pegou bem e foi vista como uma tentativa de ligar o caso de assassinato com a série de Padilha. A polêmica foi enorme e levou Marina a deletar sua postagem.

Publicidade

Marina Silva foi acusada de se aproveitar da morte de Marielle Franco para se promover

Com o Supremo, com tudo

Todo o burburinho em torno de O Mecanismo mora na famosa frase do líder do governo no Senado, Romero Jucá sobre ‘estancar a sangria’, dita durante conversa interceptada pela Polícia Federal. Na produção do Netflix, José Padilha atribui o conteúdo ao personagem que representa o ex-presidente Lula. A partir daí as reações foram incisivas e muitos defenderam inclusive o boicote da série.

Romero Jucá está no centro da polêmica do seriado ‘O Mecanismo’

“O fato de o Jucá ter usado a expressão ‘estancar a sangria’ não a interdita. Escritores continuam livres para fazer uso dela”, disse Padilha em entrevista publicada no Terra.

Bom, como era de se esperar, o site Sensacionalista não perdeu tempo e pegou carona em mais uma confusão política no Brasil de Sérgio Moro e Luis Inácio Lula da Silva. A publicação apontou que para lidar com o problema, o Netflix já anunciou que José Padilha vai ser responsável pela refilmagem de Star Wars, com Chewbacca dizendo a famosa frase, “Luke, eu sou seu pai”.

José Padilha vai dirigir Chewbacca: “Luke, eu sou seu pai’

“Além de Chewbacca dizendo que é o verdadeiro pai de Luke, pensamos no Duende Verde falando ‘grandes poderes trazem grandes responsabilidades'”.

Tem mais, o  Sensacionalista diz ainda que para se defender, Padilha criticou os que acreditam terem sido Jô Soares, Pedro Bial ou Clarice Lispector os autores de frases que inundam diariamente o feed de notícias do Facebook.

“Ou vocês acham que Clarice Lispector disse mesmo essas frases que vocês leem no Facebook?”

Publicidade Anuncie

Fotos: foto 1: Reprodução/Netflix/foto 2: Reprodução/Twitter/foto 3: Commons Wikimedia/foto 4: Reprodução/Sensacionalista


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.


X
Próxima notícia Hypeness:
Após 25 anos tentando, Cleusa consegue o divórcio: ‘Foi a pressão do Brasil e do mundo que fez isso’