Empreendedorismo

Cãozinho doente inspira criação de empresa de sucesso no ramo de ‘pet food’

Mari Dutra - 29/03/2018 | Atualizada em - 28/03/2018

Quando a  border terrier Lily ficou doente, nenhuma comida parecia apetecê-la. As rações normais eram todas iguais e a cadelinha recusava todas as refeições.

Numa tentativa desesperada de trazer o animal de volta à mesa tigela de comida, sua tutora Henrietta Morrison passou a cozinhar refeições mais elaboradas para a cachorra. De repente, lentinha, vegetais e cordeiro passaram a fazer parte do cardápio canino. Funcionou.

Ao ver o apetite de Lily voltar, uma luz acendeu na cabeça de Henrietta: será que outros animais não se beneficiariam de um menu mais variado? Até que a ideia se tornasse um negócio de sucesso não foi fácil, mas a empresária estava disposta a arriscar.

Em 2008, ela bateu de fábrica em fábrica buscando alguém que encarasse o desafio de fabricar as receitas caninas diferenciadas. Após muitos nãos, a recessão a ajudou a escutar o primeiro “sim”. Devido à baixa nas vendas, uma fábrica tinha equipamento disponível para produzir as rações elaboradas por Henrietta, que foram vendidas com a marca Lily’s Kitchen, segundo conta a BBC.

As receitas são dignas de um verdadeiro gourmet de quatro patas, com ingredientes que vão de carne fresca a mirtilos. Mais do que uma simples elitização da comida animal, a empreendedora busca oferecer um alimento mais saudável para os peludos.

Atualmente, a marca já conta com uma carta de 90 produtos, que incluem comida para cães e gatos, bem como petiscos para os bichanos. Com sede em Londres, a empresa já comercializa os alimentos em outros seis países europeus – mas os pedidos já chegam a mais de 100 países pelo mundo.

Publicidade

Fotos: Reprodução Lily's Kitchen


Mari Dutra
Criadora do Quase Nômade, contadora de histórias, minimalista e confusa por natureza, com os dois pés (e um pet) no mundo. Chega mais perto no Instagram.

Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Aos 58, motorista de transporte escolar se reinventa, aprende costura e ganha prêmio na pandemia