Arte

Demo de Amy Winehouse com apenas 17 anos é postada na internet por produtor inglês

por: Redação Hypeness

Antes de se tornar uma das maiores vozes da música pop em todos os tempos, Amy Winehouse foi uma cantora iniciante, lutando por sua carreira e tentando de tudo para atrair a atenção de grandes gravadoras. Nesse período imediatamente anterior à assinatura com a Island Records, em 2003, a artista inglesa gravou algumas demos para justamente poder mostrar seu trabalho – e uma dessas acaba de ser publicada na internet.

Depois de sua morte precoce, aos 27 anos em 2011, como acontece tão frequentemente, Amy se tornou uma mina de ouro em potencial – qualquer novidade a respeito da cantora poderia significar a venda de milhões de cópias. Um disco póstumo chegou a ser lançado, composto por sobras, covers e lados B de sua obra, mas acabou mal recebido. Para evitar novos lançamentos que manchassem a obra de Amy, o CEO da Universal decidiu destruir as demos não finalizadas da cantora.

Uma delas, porém, estava em posse de Gil Cang, um produtor e compositor de Camden, que conheceu a cantora por volta de 2000, quando ela tinha 17 anos, e escreveu a faixa “My Own Way”, que Amy executa na gravação. Ao encontrar a gravação recentemente, Cang decidiu que era justo libera-la para que as pessoas pudessem ouvir a canção – uma faixa pop e dançante, com base eletrônica e a inconfundível voz de Amy como grande atrativo da gravação.

“Quando a ouvi cantando, meu queixo caiu no chão”, afirmou Cang, que fez a canção e gravou a demo sem pestanejar.

Cerca de seis anos depois, Amy lançaria seu segundo trabalho, Back To Black, que a alçaria à condição de ícone e se tornaria um dos discos mais celebrados e vendidos em todos os tempos, com 12 milhões de cópias até hoje.

 

Publicidade

© fotos: divulgação


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
10 pessoas que madrugaram felizes para assistir ‘La Casa de Papel’