Ciência

Este cara afirma ter viajado para o ano 5000 e ter uma foto do futuro como prova

por: Kauê Vieira

E se nós dissermos que uma pessoa viajou ao ano 5000 e tem fotografias para comprovar o feito? 

Parece até coisa de filme, mas não estamos falando de uma cena de Minority Report e sim de Edward, um rapaz armênio que garante ser um “viajante do tempo”. A prova? Uma imagem que ele alega ser da cidade de Los Angeles, nos Estados Unidos, por volta do ano 5000.

Edward diz ter encontrado uma Los Angeles submersa no ano 5000

Em um vídeo gravado em um parque, ele aparece com o rosto borrado e uma voz modificada para dizer que fez parte de uma experiência revolucionária em 2004.

Aparentemente, a experiência, realizada há pouco mais de 10 anos, aconteceu em uma sala reservada e com equipamentos com aparência futurística, com frascos e fiações e claro, a máquina do tempo.

Daí, Edward diz que foi convidado para servir de cobaia na viagem do futuro e depois de algumas negociações, acabou aceitando a oferta em troca da cidadania americana.

Como acompanhante de viagem, o jovem ganhou um aparelho parecido com uma câmera para, segundo James, tido como o idealizador do projeto, tirar fotos do futuro. Ao chegar no que seria o ano 5000, ele fez registros da cidade de Los Angeles submersa e com sua população vivendo em colônias no fundo do oceano. De acordo com Edward em função do avanço do aquecimento global.

O rapaz diz ainda que o mesmo cenário se repete em boa parte do planeta. Tem mais, Edward garante que a Terra já abrigava 11 milhões de pessoas, mas que cerca de 25% da população havia migrado para outros lugares e o resto ficou preso nestas colônias submersas. O fato teria acontecido por volta do ano 4000.

Falando sobre a fotografia, ela é o que serve de sustento para o argumento de Edward, que garante ter viajado para o ano 5000. E aí, verdade ou mito?

Confira o vídeo completo: 

Publicidade

Foto: Reprodução


Kauê Vieira
Nascido na periferia da zona sul de São Paulo, Kauê Vieira é jornalista desde que se conhece por gente. Apaixonado pela profissão, acumula 10 anos de carreira, com destaque para passagens pela área de cultura. Foi coordenador de comunicação do Projeto Afreaka, idealizou duas edições de um festival promovendo encontros entre Brasil e África contemporânea, além de ter participado da produção de um livro paradidático sobre o ensino de África nas Escolas. Acumula ainda duas passagens pelo Portal Terra. Por fim, ao lado de suas funções no Hypeness, ministra um curso sobre mídia e representatividade e outras coisinhas mais.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Larica: Estudo diz que legalização da maconha aumentou consumo de junk food