Inspiração

Homem se muda e acha cão acorrentado sem comida e água. Veja reação do animal ao ser resgatado

por: Tuka Pereira

Quem nunca teve, ao sair de casa, aquela estranha sensação de estar esquecendo alguma coisa? Mas e ao se mudar de casa? Isso realmente acontece as vezes e, infelizmente, em algumas situações, pode provar o quanto seres humanos podem ser cruéis. Em St. Louis, Estados Unidos, quando os novos proprietários se mudaram para uma casa, descobriram que alguém havia deixado para trás um lindo cão, acorrentado para morrer.

Acabei de comprar uma casa e há um pit bull acorrentado no porão“, disse o novo proprietário à equipe da Stray Rescue of St. Louis. “Eu não tenho certeza de quanto tempo ele está lá embaixo.”

Os voluntários correram para o local para resgatar o pobre filhote abandonado, que não poderia ter ficado mais feliz em vê-los. “Quando abrimos a porta do porão e acendemos a lanterna, vimos uma cauda abanando”, disse Natalie Thomson, diretora de comunicação do grupo, ao The Dodo. “Quando libertamos a cadelinha, ela não conseguia parar de pular e dar abraços”.

Então, quem são essas pessoas sem coração, que escolheram deixar uma vida para trás, sozinha e incapaz de lutar por sua sobrevivência? Mais tarde descobriram que um invasor ocupou a propriedade e deixou para trás muito lixo e outras coisas, além da cadela. Ninguém sabe quem foi o invasor ou por que decidiu deixar o animal. Claramente ele não teria sobrevivido por muito mais tempo se não tivesse sido encontrado, pois não havia sido deixado comida nem água no local.

A personalidade alegre que demonstrou ao ser resgatado lhe valeram o nome de “Jumping Bean”. Para um cão que passou pela experiência traumática de ser abandonado e deixado para morrer, Jumping Bean tem um espírito notável. “Sua personalidade é completamente adorável”, disse Thomson. “Ela ama todo mundo que conhece e anseia por atenção. Ela garante que ela não seja ignorada! Ela é um filhote enérgica e muito carinhosa! Ela é muito feliz o tempo todo”.

Publicidade

Imagens: Reprodução


Tuka Pereira
Jornalista há mais de uma década e 'escrevinhadora' há muito mais tempo, Tuka Pereira aborda feminismo a gatinhos fofos com a mesma empolgação. Se existe algo que gosta mais do que escrever é carimbar o passaporte. Já esteve em boa parte do mundo e todo dinheiro que ganha gasta em viagens.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Terapia orgástica: gozei 15 vezes seguidas e a vida nunca mais foi a mesma