Sustentabilidade

Ilhas de lixo viram nações oficiais com direito a passaporte e moeda em campanha

por: Mari Dutra

O primeiro país feito completamente de lixo tem um único objetivo: ser extinto o mais rápido possível!

Trata-se de uma das campanhas publicitárias mais criativas (e ousadas!) que você já viu. Para chamar a atenção para o problema do plástico nos oceanos, uma iniciativa da The Plastic Oceans Foundation, LADBible e AMV BBDO decidiu transformar todo esse lixo em um verdadeiro país.

O território refere-se a uma área do Oceano Pacífico altamente poluída e de tamanho similar ao da França. A partir de agora, esse lugar tem nome: The Trash Isles (ou “As Ilhas de Lixo”).

A campanha solicitou à Organização das Nações Unidas (ONU) a inclusão do território como um país reconhecido oficialmente. Para isso, foi necessário cumprir com alguns requisitos, como a criação de um passaporte e de uma moeda própria, o debris (palavra que poderia ser traduzida para o português como “escombros”).

A população da ilha foi recrutada online e diversos ativistas e personalidades receberam um título de cidadãos honorários das ilhas, incluindo Al Gore, Mark Ruffalo e Judi Dench. Com isso, o candidato a país já conta com uma população de mais de 20 mil pessoas, superando outras 27 nações reconhecidas pela ONU.

O objetivo da campanha é chamar a atenção internacional para o problema do lixo nos oceanos e certificar-se de que o primeiro país feito de lixo seja também o último do gênero. No caso improvável de as Ilhas de Lixo serem reconhecidas pela ONU como uma nação, outros países seriam obrigados a ajudar em sua limpeza, de acordo com as leis da organização.

Confere só um dos vídeos de divulgação do projeto e assine o abaixo-assinado para se tornar um cidadão das ilhas.

Publicidade

Fotos: Divulgação


Mari Dutra
Especialista em conteúdos digitais, Mariana vive na Espanha, de onde destila textos sobre turismo, sustentabilidade e outros mistérios da vida. Além de contribuir para o Hypeness desde 2014, também compartilha roteiros e reflexões mundo afora no blog e no Instagram do Quase Nômade.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Microplásticos são encontrados em pinguins na Antártica e preocupam cientistas