Debate

Miss Velvet, a dominatrix que dá aulas de feminismo das minas negras para sadomasoquistas

por: Tuka Pereira

Miss Velvet é uma dominatrix com uma missão: espalhar a mensagem do feminismo das mulheres negras. Tomando sua paixão por sadomasoquismo e seu amor pela luta das mulheres negra e misturando-os, a pós-graduada mestre de Chicago, explora a dinâmica racial através de sua dominação punitiva e consensual de homens brancos como dominatrix.

Ao longo dos anos, Miss Velvet se viu introduzindo conceitos de teoria feminista negra para seus clientes em sessões. Confrontar a fetichização das mulheres negras, o privilégio branco e a desigualdade, estar na presença dessa dominatrix é uma catarse para ambas as partes.

Eu diria, em primeiro lugar, que eu descrevo isso como uma forma de reparação – não de uma maneira sistêmica como se nós estivéssemos devolvendo a terra, mas definitivamente em um nível individual, isso me proporciona um senso emocional de reparações“, disse Velvet ao Huffington Post.

Isso é por causa da natureza da dinâmica – que [meus clientes] geralmente são homens brancos, que são heterossexuais e geralmente são bem-sucedidos para manter um relacionamento com uma dominatrix.”

E embora esse conceito seja fascinante e poderoso, o que há de mais impressionante no plano de aula de dominatrix de Miss Velvet, além da catarse pessoal sentida nos dois lados, são as implicações do mundo real para seu “treinamento”.

Enquanto um de seus clientes notou que ele agora tende a apenas manter as portas abertas para as mulheres negras em público, outro iniciou uma organização sem fins lucrativos para apoiar mães negras solteiras no lado sul de Chicago.

Publicidade

Imagens: Reprodução


Tuka Pereira
Jornalista há mais de uma década e 'escrevinhadora' há muito mais tempo, Tuka Pereira aborda feminismo a gatinhos fofos com a mesma empolgação. Se existe algo que gosta mais do que escrever é carimbar o passaporte. Já esteve em boa parte do mundo e todo dinheiro que ganha gasta em viagens.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Lei sugere que pais biológicos impeçam aborto mesmo sem teste de DNA