Arte

Os melhores rolês mapeados pela Beta para curtir e refletir neste Dia da Mulher

Redação Hypeness - 08/03/2018

Mais do que presentes e flores, o Dia Internacional da Mulher é uma data que demanda, especialmente dos homens, uma reflexão sobre formas e maneiras de dar um basta em violências e na desigualdade de gênero que teimam em persistir no Brasil.

Sim, as flores são bem-vindas, desde que venham acompanhadas de uma revisão de pensamentos em prol da equidade. Mas, claro que dá pra unir celebração com luta, por isso contamos com a ajuda de Betânia, para nós *Beta, e separamos alguns eventos da pesada que estão acontecendo durante esta semana do #8M.

Destacando a mulher negra, Elza realça o feminino e a luta

 1.Elza Soares

Aos 87 anos, a história de luta e glórias de um dos maiores nomes da música brasileira na história finalmente está penetrando no cérebro e coração das gerações mais novas. Elza quebrou tudo há dois anos com o lançamento de A Mulher do Fim do Mundo.

Mas não pense que ela parou por aí não. A cantora carioca, dona de uma das 100 vozes mais importantes da história, está prestes a lançar o sucessor, Deus é Mulher, reforçando ainda mais a mulher negra e o feminino. O lançamento foi confirmado para maio. Bom, depois de tudo isso, você pode conferir Elza na Casa Natura Musical, em São Paulo, no próximo dia 9.

2. Slam da Minas

Rima pelo empoderamento. Contra o machismo e racismo

O Slam das Minas é uma das coisas mais maravilhosas que aconteceram nos últimos tempos. Fundado em São Paulo, em março de 2016, o movimento criou um espaço de voz e acolhimento para as minas, monas e manas, como se diz no bom paulistanês.

Usando a rima e a música como ponto forte para falar de feminismo, representatividade e racismo, o coletivo ganhou destaque na cena slam de Sampa e de todo o Brasil e hoje acumula lançamento de livros, conversas, debates e oficinas. Tudo de mulher pra mulher.  

Neste Mês da Mulher a programação está bastante especial, com batalhas em espaços diversificados, como o Sesc Bom Retiro, oficinas e claro, uma grande festa de aniversário.

Slam das Minas no mês de março:

09/03 – Batalha
CC Vila Formoza, às 20h

10/03 – Batalha e apresentação
Sesc Bertioga, às 19h30m

♥ 18 NOSSO NIVER AGUARDEM INFOS MARAVILHOSAS ♥

20/03 – Oficina
Void General Store (Plana festival)
Das 16h às 17h30 – Slam na Teoria e na Prática
Das 18h30 às 21h – Experimentação Literocorporal
Para se inscrever

23/03 – Batalha
Sesc Sorocaba, às 20h

24/03 – Batalha
Festival Plana

Cinemateca Brasileira, às 21h

28/03 – Batalha
Sesc Carmo, às 18h

31/03 Batalha
Biblioteca Parque Villa-Lobos, às 14h30

3. Mostra Viola Davis no MIS 

O MIS exibe os principais filmes da diva

Uma das atrizes mais relevantes da atualidade, a vencedora do Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante por Um Limite Entre Nós, é tema de uma mostra no Museu da Imagem e do Som (MIS), em São Paulo.

A programação, que se encerra neste dia 8 de março, celebra a trajetória da estrela do seriado How to Get Away With Murder exibindo alguns de seus principais trabalhos no cinema. Com mais de 20 anos de carreira, Viola ficou marcada por papeis em Histórias Cruzadas, Os Suspeitos e A Luta Por Um Ideal, todos parte da celebração no MIS. Não custa lembrar que a entrada é gratuita.

Vá ver Viola Davis no MIS!

Aqui a programação para este Dia da Mulher:

8 de março | Quinta

17h30 | Os suspeitos (Dir. Denis Villeneuve, EUA, 2013, Suspense, 153 min, 16 anos)

Depois que sua filha de seis anos e uma amiga dela são sequestradas, Keller Dove, um carpinteiro de Boston, enfrenta o departamento de polícia e o jovem detetive encarregado do caso para fazer justiça com as próprias mãos.

20h | Histórias Cruzadas (Dir. Tate Taylor, EUA, 2011, Drama, 146 min, 12 anos)

O filme é ambientado na pequena cidade de Jackson, no Mississipi, na década de 1960. É onde mora Skeeter (Emma Stone), uma garota recém-formada, que sonha em ser escritora.  Para isso, ela coloca a cidade de cabeça para baixo quando decide fazer uma pesquisa e entrevistar as mulheres negras da cidade, que abandonaram suas vidas para cuidar das famílias do sul e criar os filhos da elite branca – da qual Skeeter faz parte. A garota consegue o apoio de Aibileen Clark (Viola Davis), que trabalha na casa da melhor amiga de Skeeter, e concede a primeira entrevista à futura escritora. Apesar das críticas, Skeeter e Aibileen continuam trabalhando juntas e, aos poucos, conseguem novas adesões.

4.Bela, Empreendedora e do Bar

O Presidenta – Bar e Espaço Cultural de São Paulo vai usar o dia 8 de março para destacar e celebrar o protagonismo de mulheres que estão transformando a realidade dos lugares onde vivem. Para isso, foi programada uma reunião simultânea de mulheres em nove cidades do Brasil.

O debate analisa as formas utilizadas por mulheres para driblar o chamado status quo, ou seja, quais são os métodos usados para garantir o lugar de fala, combater o machismo e derrubar estruturas viciadas no paternalismo?

Participam da troca de ideias a futurista e criadora do Fluxonomia 4D, Lala Deheinzelin, Liliane Tie, responsável pelo movimento Women in Blockchain Brasil, além das aventureiras do The Litas, um grupo de apaixonadas por motos.

Saiba mais.

5. Garotas no Poder

Na Praça Dom José Gaspar, no centro de SP, o rolê é para aquelas que vivem o Dia da Mulher todos os dias. Então, no Mandíbula vai ser uma quinta-feira como todas as outras. Cheia de rock’n roll, com os sets da DJ Camila Mazzini, que recebe ainda Luiza Paliarini, a noite oferece ainda a chance de conferir a exposição Malfeitona e o lançamento do livro Lute Como uma Garota, com o perfil de figuras fundamentais para o feminismo, no Brasil e nos quatro cantos do mundo.

Aliás, a publicação que conta com prefácio de Mary Del Priore e apresentação de Nana Quiroz, vai estar em promoção durante toda a noite. De lambuja, as 30 primeiras pessoas que comprarem um exemplar ganham uma Stella Artois.

Garotas no Poder no Mandíbula

Quinta, às 19h (entrada até 0h).
Praça Dom José Gaspar, 106, 2º Piso

6. 21 Dias de ativismo pelo fim do racismo e da violência contra a mulher

A interseccionalidade é ferramenta fundamental para desenvolvimento do feminismo. Isso quer dizer, que a discussão sobre a mulher passa necessariamente pela mulher negra.

Representantes de metade do contingente feminino do país, as mulheres negras vem ganhando destaque ao tomarem a dianteira de assuntos importantes, como o racismo, machismo, lugar de fala, as relações entre brancas e negras dentro do feminismo e a luta pelo acesso à educação. Como diz Angela Davis, “quando uma mulher negra se movimenta, toda a estrutura da sociedade se movimenta com ela.”

Então, não perca os debates, que até o próximo dia 12 falam de encarceramento, saúde da mulher negra, política, natalidade e por aí vai.

Mais informações

7. Mulheres na Política: Zumbi Feminista

A cidade de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, é palco de um tema fundamental para o desenvolvimento do Brasil. A participação da mulher na política. Com presença confirmada de nomes como Marielle Franco, Talíria Petrone, Rose Cipriano e Ivanete C da Silva, o encontro aberto ao público analisa os espaços ocupados e quais os novos passos para uma participação mais efetiva do sexo feminino na conjuntura política.

Venha ver os detalhes

*Para quem não sabe, Beta é uma criação do coletivo Nossas, uma espécie de laboratório de ativismo na busca de um mundo mais igualitário para [email protected] Beta foi programada para causar nas redes e apoiar causas feministas por meio de um chatbot do Facebook.

Oi, eu sou Beta 🙂 Eu era apenas um código binário (ok, não tão binário) quando fui programada para ajudar a viralizar…

Posted by Beta on Friday, August 25, 2017

Publicidade

Fotos: Divulgação


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.


Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Agenda Hype em casa: Ney Matogrosso, Rashid e Criolina nos destaques da semana