Inspiração

Professor de Gana que ensinava computação em lousa ganha computadores

por: Redação Hypeness

Uma notícia recente comoveu a todos pela internet e relembrou o quanto o trabalho de um professor é fundamental para a medida não só do aprendizado, mas da resiliência e do caráter de seus alunos – e, em modo geral, de todos nós. Em Gana, o professor Owura Kwadwo ensina Tecnologia de Comunicação e Informação para uma escola de ensino médio, por ter certeza da importância da matéria para o desenvolvimento profissional e para o futuro de seus alunos. Para tal, no entanto, Owura precisa superar um nada mero detalhe: a escola não possui computadores; ele os ensina a usar o Word em uma lousa, na qual desenha com detalhes a tela do computador.

Ou não possuía. A repercussão mundial da notícia – e das fotos de seu esmero e esforço para conseguir ensinar a seus alunos – fez com que a própria Microsoft fornecesse à escola os computadores necessários. Além disso, e das diversas doações particulares que o professor recebeu, a empresa o convidou a participar do evento educacional Microsoft Education Exchange, em Cingapura.

Acima, os alunos e seus novos computadores; abaixo, o professor

Agora especula-se que Owura irá receber o prêmio de Melhor Professor Nacional de Gana, ao qual já foi anteriormente indicado. O prêmio dá ao vencedor uma casa de 3 quartos.

Nada mais justo para alguém que claramente não reconhece limites diante do mais nobre objetivo que se pode imaginar: passar conhecimento aos jovens, não só sobre as matérias e temas objetivos, mas também sobre o quanto podem superar as maiores dificuldades.

Publicidade

© fotos: divulgação


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Cristiano Ronaldo tenta localizar mulher que lhe pagou lanche quando passava fome na infância