Ciência

A enorme fenda que pode separar a África em duas

por: Redação Hypeness

Uma fissura com quilômetros de comprimento na África Ocidental pode causar a separação do chamado Chifre da África do resto do continente. A abertura ininterrupta do chão de um pequeno vilarejo no sudoeste do Quênia é potencial responsável por um fenômeno histórico.

Com 10 quilômetros de extensão, por volta de 15 metros de profundidade e 20 de largura, a cratera já causou estragos no país, destruindo inclusive a estrada que liga Narok à capital Nairóbi e causando evacuação de alguns moradores.

Uma cratera no Quênia pode ser responsável pela separação do Chifre da África

Segundo os geólogos, a fenda ligada a uma falha tectônica chamada de Vale do Rift pode dividir a África em duas daqui alguns milhões de anos. O acontecimento é o mesmo que separou a América do Sul da África há 138 milhões de anos.

Afastando a possibilidade de emergência, Carlo Dogliani, presidente do Instuto Nacional de Geofísica e Vulcanologia da Itália diz que “nos próximos 20 milhões ou 30 milhões de anos, pode ser criado um novo oceano”, afirmou em entrevista publicada na agência Ansa. O Chifre da África inclui a Somália, Etiópia, Eritreia e Djibouti.

Eis a fissura responsável por um momento histórico

Publicidade

Fotos: foto 1: Pixabay/foto 2: Reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Maconha eleva qualidade do sexo para mulheres que gozam mais e melhor, aponta estudo