Arte

Arte ajuda jovem a lidar com doença vinda do uso excessivo de computador

por: Redação Hypeness

As pessoas que já nasceram imersas num mundo rodeado de telas, onde ficamos cada vez mais horas olhando para computadores, tablets e celulares, podem desenvolver uma doença crônica. A chamada CVS (Computer Vision Syndrome), ou “síndrome da visão de computador”. Como os monitores são constituídos de pixels, o olho não consegue foco e o usuário fica focando e refocando o tempo todo para manter a imagem mais definida. Isso gera uma tensão nos músculos do olho. Além disso, piscamos cerca de quatro vezes menos em frente ao computador.

Devin Elle Kurtz é um artista conceitual, pintor e ilustrador de 21 anos que vive em Burbank, Califórnia. Quando ele era criança, sua mãe foi para a faculdade para design gráfico e, em vez de livros para colorir, deu a ele um tablet com o photoshop. Ele cresceu e, ao mesmo tempo que aprendeu a ler, escrever e andar de bicicleta, desenvolveu sua habilidade com pintura digital. “Pintar para mim é calmante e reconfortante, e tento dar aos outros aquela sensação de paz quando olham para minha obra de arte”, diz.

Quando tinha entre 6 e 7 anos, começou a sentir sintomas da doença até que, na adolescência, foi diagnosticado com CVS. Os episódios aumentaram e Devin passou muito tempo muito doente e deprimido. “Por tudo isso, a arte era a luz brilhante no fim do túnel que me mantinha empurrando para frente e me agarrando à positividade”.

O jovem artista tenta mostrar magia, amor, positividade e luz através de suas pinturas. “Eu tento capturar a beleza da natureza e adicionar a quantidade certa de magia. Às vezes, também mostro a negatividade do mundo em minhas obras de arte, mas tento sempre equilibrar esses elementos com amor e luz. Quero levar esperança e alegria a quem precisar e ajudar outras pessoas com doenças crônicas de qualquer maneira que eu puder”, disse.

Suas pinturas digitais costumam levar de 2 a 10 horas. Mas vale lembrar que, apesar da arte fazer com que ele se sinta melhor, ainda são feitas na plataforma que gerou sua doença. O ideal é dar intervalos de 10 minutos a cada hora olhando para a tela.

Conheça o trabalho de Devin:

Publicidade

Arte: Devin Elle


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.


X
Próxima notícia Hypeness:
Agenda Hype em casa: Feira Preta, SIM SP e Path com programação potente e virtual