Debate

Av. Paulista e Brasília têm prédios evacuados após tremor de terra; entenda

por: Kauê Vieira

Um terremoto de 6.8 graus ocorrido na Bolívia perto das 10h40 pôde ser sentido em Brasília, São Paulo, Paraná e no Rio Grande do Sul. De acordo com as primeiras informações, o abalo sísmico provocou a evacuação de diversos prédios.

Em São Paulo, pessoas precisaram ser retiradas de edifícios na Avenida Paulista, como o do Ministério Público Federal e na Rua Augusta existem relatos de pedestres que sentiram o chão tremer. Além disso, há chamados em bairros como Anália Franco e Vila Maria. No interior do estado, a Prefeitura de Marília também precisou ser esvaziada. O corpo de bombeiros está no local para averiguar a situação.

No Distrito Federal, o reflexo do terremoto na Bolívia foi sentido em três abalos menores e um mais forte, atingindo uma série de prédios públicos, como a sede da Infraero, que retirou seus funcionários dos postos de trabalho por medida de segurança.

Pessoas deixaram os prédios na Avenida Paulista

Terceiro estado a reportar os efeitos, o Rio Grande do Sul registrou tremores na cidade de Passo Fundo, provocando a evacuação do Hospital São Vicente de Paulo, onde por volta das 11h30, pessoas tiveram que deixar o local.

“No 10º andar o pessoal sentiu o tremor. A guarnição estava atendendo um incêndio em veículo, e se deslocou para lá. Quando chegaram, já estava tudo normal, tranquilo”, disse ao G1 o soldado Diogo Rafael Marasiga, do 7º Batalhão do Corpo de Bombeiros.

Os efeitos do terremoto foram sentidos na cidade de Passo Fundo, no Rio Grande do Sul

Em Santos, no litoral paulista, os tremores foram registrados em três edifícios de um dos principais bairros da cidade, o Gonzaga. Segundo o G1, o prédio da Mediterranean Shipping Company (MSC), foi evacuado após o alarme de segurança disparar às  10h45. Existem relatos de pessoas sobre objetos se movendo.

“As cortinas começaram a bater, havia algo tremendo. Eu e outros colegas começamos a nos sentir mal; parecia labirintite”, contou uma pessoa ao UOL.

Até o momento não existem informações sobre a condição da estrutura dos prédios das cidades atingidas pelo terremoto de 6.8 graus na Escala Richter. O corpo de bombeiros informa que não há registros de feridos. Quem também sofreu reflexos do terremoto foi a cidade de Curitiba, no Paraná.

Publicidade

Fotos: foto 1: Divulgação/foto 2: Reprodução/Thiago Carvalho


Kauê Vieira
Nascido na periferia da zona sul de São Paulo, Kauê Vieira é jornalista desde que se conhece por gente. Apaixonado pela profissão, acumula 10 anos de carreira, com destaque para passagens pela área de cultura. Foi coordenador de comunicação do Projeto Afreaka, idealizou duas edições de um festival promovendo encontros entre Brasil e África contemporânea, além de ter participado da produção de um livro paradidático sobre o ensino de África nas Escolas. Acumula ainda duas passagens pelo Portal Terra. Por fim, ao lado de suas funções no Hypeness, ministra um curso sobre mídia e representatividade e outras coisinhas mais.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Decisão do STF: como ela impacta prisão do DJ Rennan da Penha, negros e periféricos