Arte

Chris Pratt veio ao Brasil e quer provar todas as nossas delícias de uma vez só

por: Redação Hypeness


Talvez você se lembre de Chris Pratt do filme Jurassic Park 3 e se sim, deve saber que o ator esteve passeando pelo Brasil. Até aqui nenhuma novidade, tirando o fato de sua passagem pelas terras brasileiras ser uma das mais incríveis feitas por um artista.

Em visita para divulgar o longa Vingadores: Guerra Infinita, Pratt viveu a cidade de São Paulo ao máximo e não deixou de relatar as descobertas aos seus fãs nas redes sociais. Se tratando da capital paulista, o astro explorou o melhor da gastronomia.

Entre restaurantes sofisticados como o Figueira Rubayat, no bairro dos Jardins e o Bolinha no Jardim Europa, Pratt não negou fogo. Aliás ,o rapaz mostrou ser bom de garfo. O cardápio teve de tudo, a clássica dupla feijoada e caipirinha, comida japonesa de um dos espaços mais refinados da cidade e uma boa massa italiana.

Não dá pra negar fogo quando se trata de um pastel

Agora nada, absolutamente nada bateu uma das maiores tradições paulistanas, comer pastel na feira. Chris Pratt, expert em gastronomia, não perdeu o curto tempo de apenas três dias em São Paulo e tocou para a Barão de Capanema para provar o combo pastel com caldo de cana.

Ah! Quase entrando no avião, ele não podia recusar a sobremesa, ainda mais se tratando de brigadeiros feitos e entregues em mãos por Palmirinha Onofre. Agora é foco na academia e no trabalho. Falando nisso, Vingadores: Guerra Infinita chega aos cinemas em 26 de abril.

Quem resiste?

Push push São Paulo! #guerrainfinita

A post shared by chris pratt (@prattprattpratt) on



Publicidade

Fotos: Divulgação/Marvel/Disney


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
YouTube exibe mais de 100 filmes de ‘Cannes’ e outros festivais de cinema durante quarentena