Debate

Cidade espanhola proíbe aluguel de imóveis no Airbnb e levanta debate

por: Vitor Paiva

Enquanto para muitas cidades do mundo o turismo em alta é uma boa notícia, em Palma, cidade localizada na ilha espanhola de Majorca, o excesso de turistas foi de tal forma visto como um problema, que essa se tornou a primeira cidade da Espanha a proibir que donos de apartamentos aluguem seus imóveis para temporadas curtas, como normalmente se faz em plataformas como o AirBnb.

A nova legislação surgiu depois de uma série de reclamações advindas da própria população sobre o excesso de visitantes em finais de semana e feriados. Atualmente existem mais de 430 mil “camas” que podem ser alugadas na capital da ilha por períodos curtos de tempo. Em Palma, porém, já é lei que para se alugar um quarto ou um espaço em sua casa é preciso possuir uma licença.

Ainda que supostamente represente o desejo popular, naturalmente que a decisão – que entra em vigor em julho – recebeu também uma série de criticas, em especial por impedir que famílias possam conseguir um dinheiro extra para melhorar seus orçamentos. O próprio AirBnb se manifestou, afirmando se tratar de uma “decisão contra as famílias locais, que dividem suas casas para melhor fecharem suas contas e poderem manter seus estilos de vida”.

O conselho local, no entanto, garante ter se reunido com representantes da população – e que manterá uma política de tolerância zero com a nova medida, a fim de impedir que a cidade se torne cenário de “comportamentos inadequados e embriaguez nas ruas”.

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Homem morto é coberto com plástico e padaria segue funcionando normalmente