Debate

Criadores de ‘Stranger Things’ são acusados de plágio. Faz sentido?

por: Vitor Paiva

O sucesso de Stranger Things é também baseado nas diversas referências que a série utiliza de filmes e programas da década de 1980. Trata-se, é claro, de uma evidente homenagem e menção ao repertório pop que formou uma geração – plágio é algo diferente. Mas é disso que os irmãos Matt e Ross Duffer, criadores da série, estão sendo acusados: de terem se apropriado de uma ideia alheia para desenvolverem Stranger Things.

Os irmãos Duffer

Quem acusa a dupla é o diretor Charlie Kessler, que entrou com um processo no último dia 3. Segundo Kessler, os irmão Duffer teriam se baseado em uma conversa que tiveram com ele em um festival, no qual Kessler comentou sobre o filme Montauk, que dirigiu em 2012, um curta-metragem sobre fenômenos paranormais. Do curta-metragem nasceria um longa.

Kessler ainda afirma que a conversa com os irmãos aconteceu dentro das práticas costumeiras da indústria, na qual estava estabelecido que nada poderia ser divulgado, utilizado ou aproveitado a partir das ideias divididas por Kessler na conversa sem sua devida autorização. O diretor afirma que no evento da venda para o Netflix, Stranger Things se chamava The Montauk Project, o nome do longa-metragem que não chegou a ser feito.

Os advogados dos irmãos afirmam que a acusação é sem mérito, e que não houve qualquer conversa ou encontro entre as partes. Veja, abaixo, o trailer do curta-metragem de Kessler.

Publicidade

© fotos: reprodução/divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Com 200 anos, árvore mais antiga de SP é danificada por obra