Inspiração

Ela correu uma maratona poucos anos após câncer que podia impedi-la de andar

por: Redação Hypeness

Em 2015, Caroline Ortega estava terminando uma corrida de 16 km quando sentiu como se uma corrente elétrica passasse por suas pernas. Aos 35 anos, ela estava habituada a corridas do tipo e já havia até mesmo participado de algumas maratonas.

Graças a isso, suspeitou que essa sensação não deveria estar associada ao treino que acabava de concluir…

Quando procurou um médico, descobriu um tumor na coluna, que precisou ser operado no mesmo ano, segundo informações do Daily Mail. A cirurgia oferecia um risco de 20% de que Caroline não pudesse voltar a andar novamente. As corridas tão comuns em sua vida estavam prestes a se tornar um sonho distante: seu neurocirurgião afirmou que provavelmente as chances de que ela voltasse a correr eram de apenas 1%.

Três anos depois, a atleta provou que sempre é possível contrariar as estatísticas e acaba de concluir sua primeira maratona após a remoção do câncer. E não foi qualquer uma, mas a Maratona de Boston, uma das mais complexas dos Estados Unidos, onde vive.

A dificuldade reside em um obstáculo a ser transposto pelos corredores: após 32 km percorridos, os maratonistas precisam correr em uma inclinação por cerca de 800 metros.

Onde muitos viam o impossível, Caroline viu um desafio. Afinal, o que é uma maratona para quem já venceu um câncer?

Publicidade

Fotos: University of Miami


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Após câncer de mama ela foi a primeira mulher a nadar o Canal da Mancha 4 vezes sem parar