Arte

Livro conta a história dos Mutantes a partir de seus discos

por: Vitor Paiva

1968 não foi somente um ano de grandes e trágicos acontecimentos políticos no Brasil e no mundo – foi também um momento de revoluções no rock e na música popular como um todo. Se, no Brasil, esse foi o ano do endurecimento da ditadura militar e da instituição do AI-5, foi também há 50 anos o lançamento do primeiro disco da melhor banda brasileira de todos os tempos: Os Mutantes. É a história por trás dos discos lançados pelos Mutantes que o livro Discobiografia Mutante: Álbuns que revolucionaram a música brasileira irá contar.

Escrito pela jornalista e pesquisadora Chris Fuscaldo, o livro percorrerá todo o legado fonográfico da banda formada principalmente por Rita Lee, Sérgio Dias e Arnaldo Baptista (além dos outros vários nomes que compuseram as diversas encarnações que a banda teve posteriormente). Foram 10 álbuns ao todo, com a fase áurea da primeira formação indo de 1968 até 1972 – e formando assim o conjunto de discos que coloca Os Mutantes como a mais original e interessante banda brasileira da história.

Abaixo, exemplo de dentro do livro – com justamente o primeiro disco da banda

Para cada disco a autora trará curiosidades, histórias e informações, com especial ênfase na capa, revelando a estética e o humor que ajudaram a moldar todo esse legado registrado em vinil. Por se tratar de uma das obras musicais brasileiras mais celebradas em outros países, o livro virá em versão bilíngue. Para realizar tal tarefa, Chris traz no currículo uma outra aventura do gênero: o livro Discobiografia Legionária, sobre as gravações e discos da Legião Urbana.

Como um compromisso com o espírito da banda, Discobiografia Mutante será lançado de forma alternativa, através de um financiamento coletivo que está no ar e pelo qual você já pode garantir seu exemplar.

Se você sabe que Os Mutantes são demais ou simplesmente se interessa por música, mergulhar até o fundo no universo mutante é questão de ordem.

Publicidade

© fotos: divulgação 


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.


X
Próxima notícia Hypeness:
Mel Duarte celebra 10 anos de carreira com livro com textos de Emicida e Preta Ferreira