Arte

Obra de Niemeyer em Milão completa 40 anos e fotógrafa brasileira registra sua imponência

Redação Hypeness - 25/05/2018

Os edifícios de Oscar Niemeyer no Brasil são icônicos, e lá fora não é diferente. Nos idos de 1968, Georgio Mondadori, presidente da editora italiana Mondadori, uma das líderes de mercado no país europeu, encomendou a Niemeyer o projeto de arquitetura da sede da empresa que seria inaugurada. A ideia é que o prédio fosse inspirado no Palácio Itamaraty, ou Palácio dos Arcos, a sede do Ministério das Relações Exteriores do Brasil, em Brasília.

Niemeyer aceitou o desafio e projetou este que seria um de seus projetos favoritos na Europa. Além desta, o artista assina a Sede do Partido Comunista Francês, a Bolsa de Trabalho de Bobigny, o Centro Cultural Le Havre e a Sede do Jornal l’Humanité, todos na França; a casa Oscar Niemeyer, na Alemanha, o Museu de Arte Contemporânea de Ponta Delgada, a Fundação Luso-Brasileira e o Pestana Casino Park, em Portugal; entre muitos outros.

Voltando ao edifício icônico em Milão, que celebra 40 anos de sua construção, a fotógrafa e artista visual Karina Castro foi convidada por Mondadori para registrar sua beleza e grandiosidade. As imagens aproveitam os formatos geométricos, sombras e reflexos da obra para reproduzir fielmente sua imponência.

Confia as série:

Publicidade

Fotos: Karina Castro


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.


Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Aziza: uma editora que só publica autores negros criada por quem entende do mercado