Inspiração

ONG de Matt Damon garante água para 8,5 mil famílias brasileiras em situação de risco

03 • 05 • 2018 às 00:10
Atualizada em 03 • 05 • 2018 às 00:12
Mari Dutra
Mari Dutra Criadora do Quase Nômade, contadora de histórias, minimalista e confusa por natureza, com os dois pés (e um pet) no mundo. Chega mais perto no Instagram.

Cerca de metade dos brasileiros ainda não conta com condições de saneamento básico. Embora o problema seja gigante, algumas iniciativas prometem melhorar a vida de muita gente que vive nesta situação.

É o caso da parceria entre o Banco da Família e o projeto WaterCredit, da Water.org (a ONG fundada pelo ator Matt Damon e pelo engenheiro Gary White, sobre a qual já falamos aqui, aqui e aqui). A união irá oferecer crédito para que 8,5 mil famílias em situação de risco tenham acesso à água tratada e instalações sanitárias, sem necessidade de comprovar renda.

Estima-se que mais de 33 mil pessoas serão beneficiadas pela iniciativa. O Banco da Família é considerado uma das instituições de microfinanças mais importantes da América Latina. A instituição será responsável por liberar uma linha de crédito de R$ 24,5 milhões e caberá à Water.org um aporte no valor de US$ 330 mil.

Temos linha de crédito específica para atender famílias que precisam de dinheiro para comprar caixas d´água, biodigestores, fossa séptica, material elétrico, tinta – enfim tudo que é necessário para construir ou reformar instalações hidráulicas e sanitárias”, comenta Isabel Baggio, presidente do Banco da Família.

O projeto foi formatado com base em uma pesquisa realizada em seis cidades de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, onde a instituição atua. De acordo com as necessidades percebidas pela população, foram formatados os valores, taxas e o prazo de pagamento para os empréstimos. Além disso, a equipe de agentes de crédito do Banco da Família foi treinada para identificar a ausência de instalações de saneamento e água, além de aprender técnicas de abordagem e sensibilização para trabalhos desenvolvidos em comunidades vulneráveis.

A falta de saneamento básico é um problema de saúde pública no Brasil, sendo responsável por centenas de milhares de casos de internação por diarreia todos os anos, segundo o Instituto Trata Brasil. De acordo com o BNDES, 65% das internações de crianças com menos de 10 anos são provocadas pela deficiência ou ineficiência de esgoto ou água limpa.

Publicidade

Canais Especiais Hypeness