Inovação

Os mais bizarros acessórios para fumantes do passado

Redação Hypeness - 29/05/2018 | Atualizada em - 30/05/2018

Se hoje sabemos bem os terríveis males provocados pelo tabagismo, houve um passado relativamente recente em que o fumo não só era visto como uma possível benesse para nossa saúde, como era até estimulado. Médicos receitavam essa ou aquela marca de cigarros, e até crianças apareciam nos anúncios – e diversas tecnologias um tanto bizarras foram criadas para melhorar a vida do fumante e a experiência de se fumar um cigarro.

Piteiras duplas, cinzeiros acoplados ao cigarro, isqueiros de pulso, cigarros à prova de água e até baratas adestradas para roubar cigarros compunham o universo de gadgets que, até os anos 1960, podiam ser comprados para ampliar, aprimorar e até amplificar o tabagismo. Olhando hoje tudo parece inacreditável, como se fosse repertório de um filme de ficção – mas era a realidade, conforme a seleção aqui disposta ilustra. O que será que usamos hoje que, no futuro, também será visto como artefatos bizarros?

Papel de cigarro à prova d’água

Piteira dupla

Artefato para o tabagismo remoto

Cinzeiro acoplado ao cigarro

Adaptador para pessoas hospitalizadas dividirem um cigarro

Isqueiro de pulso

Cartucheira para cachimbos

Cinzeiro acoplado à calça

Artefato para a fumaça não entrar no olho

Barata adestrada para roubar cigarros

 

 

Publicidade

© fotos: reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.


Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Saiba mais sobre o carro voador que viajou com segurança e tranquilidade entre duas cidades por 35 minutos