Debate

Sacola plástica é encontrada a 11 mil metros, no fundo do mar

por: Redação Hypeness

A Fossa das Marianas fica nas fronteiras entre as placas tectônicas do Pacífico e das Filipinas. Com mais de 11 mil metros de profundidade, o local é conhecido por ser o ponto mais profundo dos oceanos.

Agora se você achava que esta grande distância da superfície terrestre livraria a Fossa das Marianas da poluição gerada pelo homem se enganou. Recentemente o National Geographic divulgou estudo dizendo ter encontrado uma série de poluentes descartados pelo homem ‘interagindo’ com a vida local.

Isso mesmo, ao longo de 30 anos, cientistas recrutaram mais de 5 mil mergulhadores que colheram registros de materiais nocivos ao meio ambiente vagando em um dos pontos mais profundos da Terra.

Com uma grande quantidade de dados disponíveis, o estudo concluiu que os resíduos plásticos foram de longe os mais encontrados nas profundezas do oceano. Presentes em 89% dos documentos. Metais e madeira também integram a lista de dejetos.

Talvez você esteja se perguntando sobre as origens desta quantidade de plástico. Porém é praticamente impossível apontar uma fonte, já que anualmente por volta de 10 milhões de toneladas de plástico são despejadas nos oceanos.

Cientistas encontraram plástico no ponto mais profundo dos oceanos

Apesar dos mistérios, a Fossa das Marianas sempre chamou a atenção do homem. Ao longo dos século foram diversas tentativas de atingir o ponto mais escuro e profundo do local. Entre muitas frustrações, expedições de sucesso conseguiram colher informações importantes sobre a vida no local e a existência de animais marinhos como o polvo.

 

Publicidade

Foto: Reprodução/Randy Olson/National Geographic


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
O que aconteceria se todos acreditassem que somos uma coisa só