Inspiração

5 cervejas artesanais em lata para acompanhar os jogos da Copa

por: Redação Hypeness

Da inacreditável notícia de que, com o aval da legislação brasileira, as cervejas fabricadas pelas grandes marcas possuem 45% ou mais de milho – os famosos e misteriosos “cereais não maltados” citados nos rótulos – em suas receitas, a única boa notícia que saiu foi o crescimento das cervejas artesanais tanto no paladar brasileiro quanto nas prateleiras dos mercados. Trazendo sabores mais complexos e encorpados, em bebidas de maior qualidade e menos prejudiciais à nossa saúde, as cervejas artesanais vieram pra ficar.

Aos poucos essa tendência vai se confirmando, e uma das provas é o crescimento da oferta desse tipo de cerveja em lata. Além de serem de modo geral mais baratas, as latas protegem a bebida da luz do sol e seus efeitos, evitam de modo mais eficaz a oxidação, e são totalmente recicláveis – além de trazerem quase sempre um visual impactante para cada marca.


Assim, vem chegando a Copa do Mundo e, com ela, naturalmente o desejo de acompanhar os jogos com uma bela cerveja. No lugar, no entanto, do milho gaseificado que temos tomado, que tal uma cerveja artesanal para abrilhantar ainda mais o mundial? Separamos 5 marcas de cerveja artesanal brasileiras que podem ser adquiridas em lata por aqui, na esperança que os jogos do Brasil sejam à altura do sabor elevado que essas cervejas oferecem.

Ao lado dos nomes, entre parênteses, a gradação alcoólica (ou ABV) de cada cerveja.

Tupiniquim Nebulosa (6,6%)

Cerveja do tipo American IPA produzida à partir de somente um lúpulo, o El Dorado. A bebida traz notas cítricas e florais, e oferece alta drinkability.

Urbana Teta (6,9%)

Com esse nome singular e um visual inesquecível, a Teta da marca Urbana é uma milk brown Ale com adição de lactose, deixando o sabor adocicado e a cerveja especialmente cremosa.

Hocus Pocus Overdrive (8,2%)

Essa Northeast Double IPA é feita com lúpulo Citra e traz aveia em sua composição, fermentada com o clássico fermento Conan. Trata-se de uma cerveja turva, com alta retenção de espuma e sabor especialmente frutado.

Venice Beach Dádiva (4,5%)

Cerveja do tipo Session IPA feita com lúpulos americanos, a Venice Beach, da marca Dádiva, foi a primeira artesanal brasileira a sair em lata. De amargor delicado, sabor leve e aromatizado, com somente 4,5% de álcool, ela é feita para o clima brasileiro.

Dead Dog (5,7%)

A Dead Dog é uma cerveja American IPA feita de um “single hop” de lúpulo Chinook. Desenvolvida em Niterói, no Rio de Janeiro, ela foi desenvolvida inicialmente como uma cerveja caseira, e mantém suas características após sua profissionalização – o rótulo também é sensacional.

Latinha é bom demais. Lembra verão, festa, carnaval, mundial de futebol. Latinha é descolada, é sustentável, é gostosa, gela rápido, preserva o sabor e é pura praticidade e estilo. Latinha é gol de placa!

Por isso, o Hypeness e o movimento Vá de Lata, uniram forças para criar um Canal especialmente dedicado a reverberar a campanha Vá de Lata Pelo Mundo durante a nossa torcida pelo Brasil nos próximos meses. Afinal, quem torce pelo mundo bebe na latinha! 🙂

Publicidade

© fotos: divulgação


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Pablo Bispo: o hitmaker por trás dos sucessos de Anitta, Ludmilla, Iza, Vittar, Glória Groove