Debate

Adolescente é agredida em ônibus por não ter cartão de gratuidade

por: Redação Hypeness

O Largo do Machado, no Centro do Rio de Janeiro, foi palco de uma agressão contra uma estudante. Layane Magalhães Costa, de 15 anos, teve os cabelos puxados e levou empurrões de uma fiscal de ônibus por não ter o cartão de gratuidade.

A situação, filmada por um passageiro do coletivo e colega de Layane, gerou grande repercussão nas redes sociais. O que mais chamou a atenção é que no Rio, caso os estudantes não possuam o cartão que dá direito ao passe livre, um atestado feito pela escola basta.

Layane possuía o documento, mas de acordo com o pai estaria vencido. Nada que justifique a atitude agressiva da fiscal, até porque este mesmo amigo disse ao BuzzFeed News que a escola não estava mais emitindo novos atestados para alunos que não tinham o RioCard.

O pai da jovem vai registrar queixa contra a fiscal

“Não foi a primeira vez que aconteceu. Ela já tinha tido um problema [para usar o ônibus] com a declaração da escola. Comecei a dar dinheiro a ela, mas acabou”, revelou o pai.

O pai da adolescente Wellington Costa disse que vai acionar a escola em busca de uma resolução. Bastante nervoso ele confirmou que vai registrar queixa contra a fiscal na polícia.

Por meio de nota a Viação Vigário Geral afirmou ter identificado a fiscal e que tomará providências. A empresa relatou “lamentar o ocorrido e destaca que a atitude da funcionária não condiz com o treinamento oferecido a seus rodoviários”.

Alegando desconhecer a existência de solicitações por parte da estudante, a RioCard afirmou que ela deixou de ser aluna da rede estadual no fim de maio”. A empresa responsável pelos cartões de ônibus também condenou o caso de agressão.

Publicidade

Foto: Reprodução/Twitter


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
4 dados dolorosos sobre a fome no Brasil que Bolsonaro finge não existir