Debate

Vereador de origem japonesa acusa colega de racismo e pede sua cassação

por: Redação Hypeness

O vereador da Câmara Municipal de São Paulo, Camilo Cristófaro (PSB), está sendo acusado de racismo contra asiáticos pelo também parlamentar Goerge Hato (MDB). Tudo se iniciou com flagra em vídeo de Camilo criticando Hato e para isso, puxando os olhos com as mãos.

O gesto não pegou nada bem e George Hato, de origem japonesa, afirmou que vai denunciar o caso à polícia. Além disso a Câmara designará um relator para decidir se aceita ou não a denúncia de Hato.

De acordo com o BuzzFeed News tudo se iniciou em função de uma disputa eleitoral entre ambos. Hato e Camilo literalmente brigam por eleitores no bairro do Ipiranga, na Zona Sul de São Paulo e desde então trocam farpas publicamente.  

Para Camilo, ‘tudo é preconceito e racismo’

O vídeo em que Camilo é flagrado fazendo os gestos ofensivos contra orientais aconteceu durante discurso sobre uma emenda de sua autoria para beneficiar o Parque do Ipiranga. Aliás, neste mesmo local a dupla de parlamentares se estranhou, trocou xingamentos e empurrões.

“Se puxar o olho é racismo, então o que que virou o mundo agora? É tudo preconceito, racismo?”, se justificou Cristófaro.

Sem dar entrevistas, Hato disse no plenário que considerou a cena de “puro violento racismo”.

Camilo por sua vez confirmou que vai ingressar na Corregedoria contra o colega “Estou tomando as medidas contra ele. Ele vai ser [denunciado], sim, por 19 testemunhas, de usar carro oficial e me mandar tomar naquele lugar”.

Publicidade

Foto: Reprodução/YouTube


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Enquanto Anvisa não se decide, o mercado bilionário do Cannabusiness se organiza