Inovação

Você já pode visitar planetas fora do Sistema Solar – e ainda ganha pôsteres

por: Redação Hypeness

Se você quer visitar outros planetas mas não quer esperar décadas de avanço tecnológico, nem pretende atravessar longas viagens entre os anos-luz que separam a Terra de seu vizinhos, a mais nova plataforma da Nasa resolveu seu dilema – e sem gastar combustível nem enfrentar a gravidade e o vácuo, do conforto do sua casa. Trata-se da Exoplanet Travel Bureau, um simulador que te permite conhecer virtualmente a superfície de três exoplanetas: o TRAPPIST-1d, o Kepler-16b e o Kepler-186f.

Com imagens em 360º criadas a partir dos dados coletados pela agência espacial americana em missões de exploração nesses exoplanetas. Curiosamente, a simulação não é feita com base em fotografias, mas sim com informações – nenhuma foto foi tirada de tais superfícies durante as missões. Trata-se, portanto, de uma recriação artística.

A “viagem” a TRAPPIST-1d

Igualmente artísticos e belíssimos são os pôsteres que a plataforma oferece de cada “viagem” – feito fossem antigos anúncios turísticos. Tanto o TRAPPIST-1d quanto o Kepler-186f são exoplanetas em atual análise – o primeiro, para saber se há água líquida em sua superfície, e o segundo, para se confirmar a existência de uma atmosfera ao seu redor.

A vista e o pôster de Kepler-186f

Já o Kepler-16b é conhecido como o “Tatooine da vida real”, por possuir dois sóis, assim como possui em Guerra nas Estrelas o astro que serviu de abrigo para Luke Skywalker.

Kepler-16b

A plataforma oferece diversos outros projetos e visitas possíveis, até mesmo a história da exploração astronômica, aplicativos e muito mais.

Publicidade

© fotos: reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Universidade cria dispositivo capaz de reproduzir quase todos os sabores de comida