Debate

Camisa francesa, talento africano: 14 dos 23 jogadores campeões com a França têm origens africanas

por: Redação Hypeness

A relação entre África e Europa sempre foi cercada por exploração, fluxos migratórios e muito preconceito. Durante séculos países do chamado velho mundo desembarcaram no continente em busca de suas riquezas e claro, da mão de obra negra.

Existem registros de que os primeiros passos da colonização francesa em África se deu por volta de 1664, quando os franceses desembarcaram no Senegal. O tempo passou e a influência francesa alcançou países como Argélia e Tunísia, entre outros.

No século 21 os efeitos de uma divisão sem precedentes, retratada pela Conferência de Berlim, a composição das populações europeias se transformou totalmente. Não há como negar, a diversidade vai ser a palavra de lei nas próximas décadas.

A seleção da França é um retrato de tempos modernos

A teoria se confirma justamente com a realização da Copa do Mundo da Rússia e a conquista da seleção francesa. Em um elenco de pouco mais de 20 jogadores, cerca de 14 atletas possuem ascendência africana. São filhos de imigrantes de antigas colônias francesas que, ou em busca de condições melhores de vida ou identificação absoluta, resolveram atravessar o Mar Mediterrâneo para desembarcar na França.

Os atletas campeões do mundo com a França são da República Democrática do Congo (Mandanda, Nzonzi, Matuidi, Kimpembe), Marrocos (Rami), Senegal (Mendy), Mali (Kanté, Sidibé e Dembelé), Guiné (Pogba), Camarões (Umtiti), Togo (Tolisso), Argélia (Fekir) e Camarões/Argélia (Mbappé).

Em tempos onde uma visão conservadora, nacionalista e que flerta com momentos históricos nefastos, o futebol mais uma vez afirma a sua relevância em debates fundamentais para o desenvolvimento humano. Não há como lutar, os novos ciclos migratórios, que em função de uma resistência de nações europeias, estão matando milhares de pessoas, se colocam como mais uma prova viva.

Pogba tem origens fincadas em Guiné

Pegando carona na fala do atacante belga Romelu Lukaku sobre racismo e xenofobia, é importante pontuar que estes jogadores são sim franceses, franceses com ascendência africana. O racismo e o tão falado nacionalismo não podem deixar este fato de lado. Diversidade sim.

Mbappé é outro negro francês com ascendência africana

Publicidade

Fotos: Reprodução/Instagram


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Celibato: a imposição católica pode estar com os dias contados