Minha Casa é Hype

Com pinturas geométricas, neon e detalhes retrô, casal tira apê alugado da mesmice

por: Brunella Nunes

Publicidade Anuncie

Depois de um tempo morando fora da casa dos pais você aprende que mais importante do que ter uma casa financiada é ter um lugar para chamar de lar. Sem medo de arriscar, a jornalista Sheila Almendros tratou de arregaçar as mangas ao lado do marido Henrique Gios e da bulldog de seis anos Dora para deixar o apê alugado com a cara deles. A aposta em pinturas geométricas, detalhes retrô e um neon pra lá de estiloso deixaram o cantinho com muito mais personalidade, mesmo não apostando em grandes reformas.

Desde o final de 2016, os três moram juntos em São Paulo “Escolhi morar no bairro Jd. Flor da Montanha pela ótima localização: daqui tenho acesso fácil para São Paulo, para o centro de Guarulhos, bons mercados por perto e o shopping”, contaram ao Hypeness. As mudanças no apartamento tiveram o aval da prima de Sheila, que é a proprietária do mesmo, para que saíssem da caixinha e criassem livremente dentro dos cômodos.

Uma das principais apostas foi pintar as paredes com mais de uma cor, fazendo uso da geometria para separar os tons. Cores sutis contrastam harmonicamente com a mesa retrô azul e amarela da sala de jantar. Com ajudinha do Pinterest na inspiração, o casal fez tudo a quatro mãos e colocaram detalhes até mesmo nas portas, que ganharam linhas decorativas com fita isolante, tendo um investimento de apenas R$ 12.

Referências geeks e musicais também entram na brincadeira, afinal, como não notar que o letreiro em neon é, na verdade, uma música do Pearl Jam? Sobre esses e outros detalhes da decoração, a dupla (ou seria o trio?!) conta pra gente como foi o processo para que os cômodos ficassem a cara deles.

Hypeness: Se pudesse descrever a sua casa hoje em poucas palavras, como descreveria?

Sheila, Henrique e…Dora: Confortável, colorida e a minha cara!

De onde surgiu a inspiração para a decoração do local?

A inspiração veio do Pinterest e também do estilo vintage/industrial.

O apê é alugado e isso muitas vezes desencoraja as pessoas a decorarem. Você acredita que se o ape não fosse da sua prima, seria diferente?

Nosso primeiro apartamento juntos era um mobiliado em Manaus. Ele não tinha absolutamente nada a ver com a gente. E acho que por conta disso, nunca nos sentimos em casa realmente. Quando voltamos para São Paulo, resolvemos que, mesmo que nossa próxima casa fosse alugada, ela teria 100% a nossa identidade. E por isso que o apartamento anterior a esse já tinha toda a nossa personalidade . Fomos bem caras de pau e pintamos metade da casa com vários tons de cinza! Depois nos mudamos porque com a chegada da Dora, sentimos que precisávamos de mais espaço.

Então acredito que mesmo que o apartamento atual não fosse da minha prima, nós continuaríamos sendo caras de pau, a única diferença é que teríamos que pintar tudo de branco ao desocupar o imóvel. Hoje não abrimos mão de ter uma casa confortável, com a nossa personalidade, e que nos faça sentir que realmente temos um lar.

Acho que este fator foi o que me motivou a escrever mais sobre decoração em meu blog, e publicar imagens do apê em meu instagram, para que todo mundo tenha a oportunidade de encontrar inspirações bacanas para um cantinho alugado, como aconteceu comigo.

Como foi o processo da reforma da casa para que ela ficasse como está hoje?

Como o apartamento é alugado, sempre pensamos em decorar sob algumas regras: investiríamos somente em mobílias que poderíamos levar embora, e só deixaríamos o que pintaríamos na parede. Como a proprietária (minha prima) deu aval para pintarmos o 7, não pensamos duas vezes.

Qual o cômodo preferido da casa? Por quê?

Meu coração se divide entre o quarto do casal e a sala. Mas devo confessar que meu coração vagabundo também tem uma quedinha pelo home office!

Existe algum objeto que te traz memória afetiva? Qual é a história por trás dele?

A penteadeira do meu closet é uma mobília muito especial para mim, pois ela pertenceu a minha tia e a minha mãe. Além disso, meus pais me ajudaram a pinta-la e minha sogra envelopou a pedra principal. Muita gente querida deixando a sua marca em um único móvel.

Qual o item de decoração que mais gosta na sua casa? Por quê?

Eu AMOOOO o meu neon! Ele faz parte da decoração da sala de jantar, e além de representar uma das minhas músicas favoritas do Pearl Jam, tem também todo um significado para o casal.

De onde vem esse amor todo pelo Pearl Jam?

Eu cresci ouvindo a banda, graças ao meu irmão Alexandre, que sempre foi fã do bom e velho grunge. Mas enquanto eu amo, o Henrique (o mozão) idolatra mesmo. Um dos principais fatores que nos aproximou, sem dúvidas, foi o Pearl Jam, por isso, a nossa casa tem muitas referências da banda: todos os quadros da casa são de shows que fomos juntos, e o neon da sala de jantar é o nome. de uma das músicas que a gente mais gosta e que reflete bastante o que valorizamos dentro de casa: amor e confiança.

O que não falta na casa de Sheila Almendros?

O que não pode faltar aqui em casa é música, conforto e praticidade. Eu e o Henrique trabalhamos home-office, e o que faz a gente entender quando é hora de trabalhar e hora de desligar são exatamente esses fatores: a praticidade para manter o nosso foco e o conforto para descansar. A música? Bem… a música é para nos motivar sempre, né?

Publicidade Anuncie

Fotos por Sheila Almendros


Brunella Nunes
Jornalista por completo e absoluto amor a causa, Brunella vive em São Paulo, essa cidade louca que é palco de boa parte de suas histórias. Tem paixão e formação em artes, além de se interessar por ciência, tecnologia, sustentabilidade e outras cositas más. Escreve sobre inovação, cultura, viagem, comportamento e o que mais der na telha.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Você consegue distinguir quais são as árvores de Natal mais caras?