Debate

Comentários racistas em campanha do Boticário provam que ainda temos muito o que evoluir como sociedade

por: Redação Hypeness

A força do racismo na operação das dinâmicas sociais brasileiras é tão grande que pode ser sentida em todos os instantes. Desta vez o exemplo é o incômodo gerado por uma campanha publicitária retratando a rotina de uma família negra.

O conteúdo foi produzido pela agência AlmapBBDO especialmente para o Dia dos Pais e chamou a atenção pelo número expressivo de reprovações. Em três dias foram mais de 16 deslikes na publicação hospedada no YouTube.

“Por que não tem nenhuma pessoa branca no comercial? Não é direitos iguais?”, questionou um dos usuários.

Será? Ao pensar a formação do Brasil percebe-se uma grande presença de negras e negros, precisamente 54% da população total é constituída por afro-brasileiros. Porém, esta abundância não se reflete em peças publicitárias.

O comercial do Boticário mostra o quanto o Brasil precisa evoluir

O que motiva tanto estranhamento em ver pessoas negras retratadas na televisão? É justamente a ausência histórica. Comumente o negro ocupou um lugar estereotipado e associado aos problemas sociais. Por causa do racismo estruturante, grande parte da sociedade se acostumou a não ver afrodescendentes levando vidas ‘comuns’ na televisão.

“A questão da representatividade do negro na mídia brasileira é algo que vira e mexe recebe holofotes em pesquisas e debates. Não é para menos, a indústria cultural midiática ainda é pouco permeável à ideia de ter o negro em papel protagonista e segue reproduzindo estereótipos, colocando o negro em papéis que configuram, quase sempre, subalternidade”, escreveu no GGN Ana Claudia Mielke, mestre em comunicação pela USP.

Ao mesmo tempo em que alguns bradam invenções como racismo reversoas pessoas sublinharam a adoção de uma conduta em prol da diversidade. Aliás, a peça veiculada pelo Boticário é resultado de uma mudança de postura provocada pelo aumento da pressão de movimentos negros para o enegrecimento da comunicação.

“Até que enfim uma marca famosa, teve coragem de fazer um comercial só com negros, me representa de verdade, a vida toda vendo comercial só com brancos até me emocionei”, relatou outra usuária no YouTube.

Publicidade

Foto: Reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Diesel perde 14 mil seguidores após apoio a LGBTs. E comemora!