Roteiro Hypeness

Conhecemos a Lojas Chan, primeira perfumaria 100% vegan de São Paulo

por: Brunella Nunes

Publicidade Anuncie

Números indicam que o mercado vegano chega a crescer 40% ao ano em todo o Brasil. Apesar dos dados, os adeptos da ideologia têm que penar um pouquinho, seja lendo rótulos ou encomendando produtos confiáveis na hora de ir às compras.

Sentindo essa mesma necessidade e apostando no próprio sonho, a empreendedora Leila Chan Choimei abriu a primeira perfumaria 100% vegan de São Paulo. Localizada no bairro Bela Vista, a Lojas Chan vai além da estética e oferece itens terapêuticos para corpo e alma em suas prateleiras.

Inaugurado a apenas três meses, o ponto comercial tem poucos metros quadrados, mas uma variedade grande de produtos e preços. Maquiagem, shampoos, condicionadores, hidratantes, desodorantes, óleos essenciais, absorventes de pano, coletor menstrual, fralda para bebês e até presentes, como livros, amuletos, mandalas e luminárias feitas com PLA (derivado do milho e, portanto, biodegradável), forram os expositores cheios de novidades.

Enquanto cliente, essa era uma dificuldade que eu também tinha. Se eu queria uma pasta dental específica, estava numa farmácia. O shampoo, em outra. Era muito fragmentado. Ou então você escolhe comprar pela internet e perde essa parte sinestésica, de cheirar, tocar as coisas, sentir as texturas… Sanar dúvidas, contou Leila durante a visita do Hypeness.

A curadoria do que entra na loja foi elaborada pela própria empresária, que em primeiro lugar exclui tudo o que for testado em animais. Hoje, felizmente, são as marcas que chegam até Leila e ficam na fila de espera por um espacinho. Com o nicho se expandindo pouco a pouco, o que acaba vendendo mais por enquanto é a parte de higiene. Talvez por estar mais próxima da realidade de cada um, não apresentar tanta “insegurança” e não doer no bolso, as pessoas não veganas se sentem mais a vontade para testá-las. Assim começa, quem sabe, uma mudança de hábitos. Um pulo para fora do modo automático.

Entram desde clientes curiosos, que não sabem nem que grande parte dos cosméticos envolvem testes em animais, até aqueles que se encantam com este novo universo que se abre.

A jornada em busca da realização pessoal começou a muitos meses atrás, quando ela se cansou da rotina atrás de uma tela de computador. Com planejamento, conseguiu deixar a área de análise de sistemas e o peso de uma vida corporativa frustrante. “Fiquei sete anos trabalhando como analista. Passei anos sofrendo com a pressão e o estresse de não estar fazendo o que eu gosto. Mas eu tinha esse sonho de estar a frente de um projeto, de trabalhar com vendas e tudo mais. Tive foco para seguir juntando dinheiro até dois anos atrás, quando virei a chave”.

Publicidade

Como nada é por acaso, foi na base da sofrência que ela encontrou a meditação e iniciou mudanças de vida profundas a partir daí. Num processo de desintoxicação do corpo e da mente, passou a enxergar novos propósitos e se tornou vegetariana. Em seis meses, já era vegana. “Talvez se eu não tivesse passado por toda essa angústia profissional, eu teria aberto só mais uma perfumaria. Mas não, fiquei dois anos me trabalhando para chegar aqui, no meu projeto de vida”, orgulha-se.

Um dos pontos positivos da loja é que funciona para todos e não apenas para um nicho. Não-veganos também podem comprar do pequeno produtor, de empresas mais comprometidas com sustentabilidade, com a saúde do cliente. Vou citar um exemplo simples com base num dado alarmante: sabia que os cosméticos sintéticos vendidos e controlados pela grande indústria possuem não apenas um, mas vários ingredientes nocivos? Um protetor solar tem 33 componentes químicos em sua fórmula, sendo que um orgânico e mais natural são livres de componentes perigosos para a saúde e o meio ambiente. Além disso, alguns deles são cruelty free, ou seja, não testam em animais e possuem embalagem biodegradável. Segundo quem já usa, os efeitos e a qualidade são os mesmos ou até superiores.

“Porque testar algo em animal e encher um produto de química, para que o produto passe mais tempo numa prateleira? Temos marcas maravilhosas já fazendo testes in vitro. A tecnologia está disponível. O que precisamos é despertar a consciência nas pessoas. Toda transição exige um esforço pessoal e um respeito com o próximo. E podemos fazer essa transição sem crueldade. Envaidecer o ego com sofrimento animal não faz mais sentido”, aponta Leila.

A beleza tem seu preço, mas ele não precisa incluir o sofrimento animal na conta. Para Leila, um novo mundo se abriu quando se rendeu aos produtos mais naturebas possíveis. Ela faz questão de testar tudo o que entra na loja e faz recomendações aos clientes de acordo com o que procuram. Não tem outra escolha se não a natureza. Estamos voltando para ela e começando a dar valor, devolvendo o que ela nos dá. Cortando a carne da minha vida eu já me senti mais leve. Fisicamente mesmo. Acordava mais disposta. E em relação aos produtos é a mesma coisa. Uma vez que você sai do padrão, que busca por opções mais naturais, é difícil voltar atrás.”

Com conhecimento de causa, afirmo que as dicas realmente funcionam! Na busca por um shampoo que meu cabelo, super rebelde, não odiasse, encontrei um ótimo exatamente na Lojas Chan. O produto, da marca Flor de Gaia, é feito com óleos essenciais e segue a linha terapêutica. Muito provavelmente eu volte para comprar mais depois.

Ainda sem grandes lucros e vivendo um dia de cada vez, Leila reflete sobre o cotidiano como empreendedora num país em crise e numa metrópole onde novidades surgem a cada segundo. É preciso acreditar na ideia, quebrar paradigmas e ter coragem. Porque tudo isso tem que partir não só da boa vontade, mas de assumir seu papel dentro da inovação . Gera um medo de se jogar para o mundo e não saber como isso vai repercutir. É você que banca toda a responsabilidade dessa proposta nova e faz as pessoas acreditarem nela junto.”

Indo além do cuidado estético e higiênico, consumir dessa maneira é fazer as pazes consigo mesma e com a natureza. “Não me importa abrir a loja um dia e não ter cliente nenhum. Já estou sendo abençoada só por estar aqui. As minhas horas estão valendo a pena, porque tudo o que compartilho hoje faz sentido”, finalizou a lojista, que saiu do universo dela com a missão de transformar o seu.

Foto: divulgação/Leila Chan

 

Publicidade Anuncie

Todas as fotos por Brunella Nunes | destaque na home e foto nº 5: divulgação/Leila Chan


Brunella Nunes
Jornalista por completo e absoluto amor a causa, Brunella vive em São Paulo, essa cidade louca que é palco de boa parte de suas histórias. Tem paixão e formação em artes, além de se interessar por ciência, tecnologia, sustentabilidade e outras cositas más. Escreve sobre inovação, cultura, viagem, comportamento e o que mais der na telha.


X
Próxima notícia Hypeness:
Trabalhar com o que ama: Empresa procura estagiário para dormir e testar colchões