Agenda Hypeness

De ‘Climão’ a Hitchcock: 29 rolês puro creme para esquecer o frio e se jogar por aí

por: Gabriela Rassy

Publicidade Anuncie

E não é que o inverno resolveu dar o ar da graça? O que tem de frio lá fora tem de quentura aqui dentro. Isso mesmo, gente linda que adora uma rua. Aqui só para vocês aquela seleção apetitosíssima para esquentar o coração e treinar aquele alongamento pélvico nas pistas de São Paulo e do Rio de Janeiro. Ah, pista não é a sua? Tem cinema e umas boas doses de artes visuais pra galerinha mais diurna, ainda um chorinho junino com ar de julho, e um tanto de shows puro creme.

Desacredita? Então, pense na maravilhosa Letrux celebrando 1 ano de climão no Circo Voador. Passe agora para a deusa Luedji Luna ecoando pelo salão da Casa de Francisca. Ou mesmo uma mostra de cinema russo (aquele legado da copinha, né?), abertura de uma mega exposição do mestre do terror Hitchcock, festa com aquelas músicas indie para dançar até não aguentar e até a Casa das Caldeiras ocupada pelo melhor do samba e da música regional. E eu acho é pouco!

Vem na minha 😉

São Paulo

#shows:

Luedji Luna @ Casa de Francisca
Quinta, 12 de julho, 21h30
R$ 44
Cantora baiana dona de uma voz impar e de uma musicalidade contestadora digna de leveza, convida os músico Aniel Someillan para o show “Bom mesmo é estar debaixo d‘água”. Com canções e composições inéditas, a cantora, vista como aposta de 2018, permite um novo mergulho musical, e canções de sua autoria e em coparceria com outros artistas, serão exibidas com exclusividade. Com um novo perfil estético que se diferenciará de seu disco atual, Um corpo no Mundo, Luedji propõe uma surpresa ao público, ao entregar seus segredos musicais que poderão circular pelo mundo a partir de 2019.

Orquestra Mundana Refugi | Lançamento do CD (Selo Sesc) @ Sesc Vila Mariana
Quinta, 12 de julho, 21h
R$ 6 a R$ 20
A Orquestra Mundana Refugi reúne artistas de todos os cantos do mundo, trazendo vivências e outras formas de se abordar a matéria musical: a nota, o timbre, os instrumentos e a performance são outros, e compõem um mosaico de cores e valores que exalam irmandade e respeito por meio da música, qual seja a sua tradição. O show marca o lançamento do disco Orquestra Mundana Refugi, pelo Selo Sesc.

Kaya 40 anos @ Sesc Pompéia: QG Imperial e convidados
Sábado, 14 de julho, 21h
R$ 6 a R$ 20
Show celebrando 40 anos do disco Kaya (Bob Marley & The Wailers) com Sistah Chilli, Laylah Arruda, Monkey Jhayam, Regiane Cordeiro e Gustavo Dread nos vocais; acompanhados pela banda QG Imperial.

Metá Metá @ Mundo Pensante
Sábado, 14 de julho, 23h
R$ 20 a R$ 40
Metá Metá é formado por Juçara Marçal (voz), Thiago França (sax) e Kiko Dinucci (guitarra) desde 2008. A banda tem 3 discos lançados e 2 EPs, e tem despertado a atenção da crítica por fazer uma nova abordagem na música brasileira, fora dos clichês conhecidos, fundindo elementos da canção brasileira com música africana, jazz e rock. O grupo se destacou também pela aproximação da cultura afro-brasileira difundida pelos cultos afroreligiosos (candomblé) de influência yoruba, fon e bantu. “Metá Metá” em yoruba quer dizer “três ao mesmo tempo”.

#festas

Pratododia All Stars @ Boteco Pratododia
Quinta, 12 de julho, 22h
Grátis
A festa acontece à 5 anos e a ideia é reunir djs que fazem parte da programação da casa, apresentando sets com discotecagens em vinil, que transitam por diversas vertentes musicais. Nas pick-ups, Allan Gimenes, Andrea Soriano aka Lovesteady e Dani Pimenta aka Dani I-Pisces.

Jambu Treme – músicas do Pará @ NossaCasa
Sexta, dia 13, às 23h
R$ 20
Apresentação do grupo paraense de dança de carimbó Mãe D’Água, com Priscila Tapajoara & Marcos Manoel da Silva Blanco, além dos DJs Low Eyes (PA), Marina Caires e 10zanu.

Thunnus com MC Tha e Alex Pasternak (NY/LA) @ Peixaria Mitsugi
Sábado, 14 de julho, 23h
R$ 20 até 00h; R$ 30 depois
Comandando a noite, trouxemos o Alex Pasternak direto de NY e a maravilhosa Mc Tha com um pocket show babado pra fazer você dançar a noite inteira.

Caverna @ Casa da Luz
Sábado, 14 de julho, 23h
R$ 25 até 00h30; R$ 35 depois
Uma premissa: música indie para dançar. Pista, exposição, flash tattoo e cinema. No som, indie rock, electro indie, pop esquisito, novidades que parecem coisas antigas e coisas antigas que parecem novidades. DJs Carlos Costa, João Paulo Cardoso, Alex Correa (Caverna), Adan Stokinger.

Samba do Sol @ Casa das Caldeiras!
Domingo, 17 de julho, 15h às 23h
Grátis
Super edição do caloroso Samba do Sol 3 pistas, projeções e vídeo mapping, área infantil, feira de artes, moda e vestuário, feira de vinil e área de alimentação. No som, a Pista Sol tem música regional com DJ TUDO (100% Vinil), Carimbó com Silvan Galvão e Banda, DJ Furmiga Dub, DJ Gurpo Xirê (Samba e Jongo), DJ Ian Valentin (Paraíba) e Orquestra Multicultural Brasílica (Pernambuco). Na pista Lua Cheia rolam batidas e graves e no Quintal do Samba tem a residente DJ Marina Lopes, além de uma grande roda de samba com Samba de Dandara.

Samba do Sol ocupa a Casa das Caldeiras com muita música

#cinema

Mostra de Animação Russa @ CineSesc
12 a 18 de julho
R$ 6 a R$ 12
Mostra com exibição de 37 desenhos animados de 20 diretores, realizados entre os anos de 1950 e 2016. O projeto, com a curadoria assinada por Luiz Gustavo Carvalho e Maria Vragova, é inédito em São Paulo.

Eu não tinha para onde ir, de Douglas Gordon @ IMS Paulista
Sábado, 14 de julho, 16h30
Grátis
Nos sábados de julho, o Cinema do IMS Paulista exibe o filme “Eu não tinha para onde ir”, de Douglas Gordon, relacionado à mostra “Ilês flottantes”, do artista escocês. No filme, Douglas Gordon grava Jonas Mekas, 94 anos, narrando trechos de seu diário (reunidos em livro homônimo) e associa sua voz a poucas e fugidias imagens, aparentemente deslocadas da narrativa, ou a momentos de escuridão na sala de cinema para produzir uma peça sobretudo sonora.

Phenomena #56 | Japão Assombrado @ Centro Cultural São Paulo
Domingo, 15 de julho, 17h
Grátis
O Cine Phenomena é um projeto especializado em exibições de filmes de fantasia, horror e ficção e traz para as telas o melhor do cinema que explora o lado mais insólito e estranho da sétima arte. Em junho retornamos nosso olhar ao oriente, explorando mitos sombrios e exibindo a bizarra criatividade de um país que é um dos maiores representantes do cinema de horror e fantasia. Sejam bem vindos ao Japão Assombrado.

#artes visuais

CasaCor @ Jockey Club de São Paulo
22 de Maio a 29 de Julho | Terça a Sábado, das 12h às 21h. Domingo, das 12h às 20h
De R$ 38 a R$ 180

A CasaCor já abriu os trabalhos e o Hypeness vai lá convidado pela Renault para mostrar tudo. Acompanhe a cobertura nos stories. O evento chega a sua 32ª edição com o tema “A Casa Viva” em 82 ambientes decorados – entre casas, lofts, lounges, salas, banheiros, estúdios, apartamentos, espaços de alimentação e convivência.

Hitchcock – Bastidores do suspense
13 de julho a 21 de outubro | Terças a sextas, das 10h às 21h; sábados, das 10h às 22h; domingos e feriados, das 11h às 20h
R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia). Terças-feiras: entrada gratuita. Menores de 5 anos não pagam
Através da longa filmografia de Hitchcock, o público pode conhecer os diversos aspectos e elementos que tornaram suas obras audiovisuais grandes sucessos e de inquestionável vanguardismo técnico e artístico. Hitchcock se ocupava de todas as etapas e processos de seus filmes, desde o argumento inicial ou pré-roteiro até a finalização e edição dos filmes, passando pela direção de arte, direção de fotografia e até indicação de como seria o design do pôster e seu plano de divulgação. Este domínio pleno e controle de todas as etapas da feitura de seus filmes estão presentes na mostra, que apresenta ao público um cineasta completo e preocupado com cada detalhe de suas produções. O projeto expográfico e arquitetônico da mostra, desenvolvido em parceria com o Atelier Marko Brajovic, explora com literalidade o “perfil Hitchcock”, com muito suspense e surpresas tanto para os visitantes que conhecem mais a fundo sua obra quanto para aqueles que não são íntimos de seu modo de produção.

Sexta-feira 13 é dia de exposição e maratona Hitchcock

FILE São Paulo 2018 @ Centro Cultural Fiesp
De 4 de julho a 2 de agosto, terça a sábado, das 10h às 22h; domingo, das 10h às 20h

Grátis
Um dos mais reconhecidos méritos do FILE (Festival Internacional de Linguagem Eletrônica) é sua capacidade de reunir obras de artistas que utilizam, com criatividade e pioneirismo, plataformas tecnológicas para construírem poéticas que exploram os limites entre os mundos real e virtual e produzem sensações inusitadas. Considerado o mais importante evento de arte eletrônica da América Latina, o festival, em seu 19º ano, aborda o paradoxo entre o físico e o virtual, representados pelo corpo e por realidades e sensações criadas por meio do uso da tecnologia. As possibilidades criadas a partir dessa simbiose formam o fio condutor da mostra, que faz, nesta edição, uma alusão a célebre frase de Marshall McLuhan, “O meio é a mensagem”, e adota como tema central “O corpo é a mensagem”.

Rio de Janeiro

#shows

MAR de Música – Rio x Bahia | Maglore + Baile Transeunte @ Museu de Arte do Rio
Sexta, dia 13, às 17h
R$ 10
A edição julina do MAR de Música traz uma disputa musical acirrada: Rio x Bahia. O evento congrega expressões da atual música contemporânea dos dois estados, com o Baile Transeunte e o show da banda Maglore. A partir das 18h o Baile trava uma batalha entre o DJ William (RJ) e o DJ Jef Rodrigues (BA). Às 20h o quarteto soteropolitano Maglore, apresenta o disco “Todas as bandeiras”.

Letrux : : 1 Ano de Climão @ Circo Voador
Sexta, dia 13, às 23h
R$ 50 (solidário com 1kg de alimento)
Julho de 2017, “Letrux em Noite de Climão” é lançado em pleno inverno do Rio de Janeiro. Daqueles que dá pra ir à praia. É o segundo ano de golpe no Brasil e a névoa parece não dissipar. Show com participações de Linn da Quebrada e Bloco Toco-Xona, além da DJ Tata Ogan. Abertura com Jeza da Pedra.

BNegão & Seletores de Frequência @ FabriKa
Sexta, dia 13, às 23h
R$ 50 (solidário com 1kg de alimento)
Show da turnê de 15 anos do lançamento do emblemático disco “Enxugando Gelo” (2003) com a banda tocando o disco inteiro, na ordem e na íntegra, com uma formação exclusiva. Entre as 13 faixas estão alguns grandes clássicos, como “Enxugando Gelo”, “A Verdadeira Dança do Patinho”, “(Funk) Até o Caroço” e “Dorobo”, faixa marcada pela participação do rapper Sabotage (1973-2003). Além do mestre, vamos ter a banda carioca Whipallas abrindo a noite e os Djs Nepal, Tamempi, Bahruth e Ju Schultz completando o time.

Etnohaus com vida .:. Negro Mendes @ Etnohaus
Sábado, 14 de julho, 23h
R$ 20
O grupo fundado em 2002 no Rio de Janeiro toma como base os principais gêneros da música afro-peruana. Seu repertório apresenta músicas próprias e outras do acervo tradicional, com arranjos ora regionalistas ora influenciados por tendências modernas (jazz, rock, salsa dos anos 70, Tropicália, world music). Em suas letras autorais predominam a crítica e a sátira social.

#festas

XÊPA 2 aNOs- de GrAÇa @ Banca do André na Cinelândia
Sexta, dia 13, às 23h
Grátis
Diretamente do Pará, de Pernambuco e dos guetos do Rio e do mundo, comemoraremos ** 2 ANOS ** desse rolê ~suadinho~ do jeito que mais gostamos, na rua, de graça, sarrando em vocês. Tecnobrega, tecnomelody, brega, melody, arrocha, cumbia, tecnofunk, feminejo, bicha music e toda a alegria de ser XÊPA em pleno centro do Rio de Janeiro.

CROMA NOITE / Esa @ Circo Crescer e Viver
Sexta, dia 13, às 23h
R$ 20 a R$ 35
Tambores africanos anunciam a chegada de mais um disco voador! Esa vem aí para sacolejar os nossos quadris com ritmos africanos e batidas eletrônicas. Sul-africano baseado em Londres, Esa transborda conhecimento musical como DJ, produtor e líder da banda Ata Kak. Dono de uma das mais autenticas trajetórias na musica eletrônica contemporânea, atualmente ele apresenta um programa semanal na Worldwide FM e é uma das atrações do próximo Dekmantel Selectors na Croácia.

Arraiá @ Galpão Ladeira das Artes – 2ª Edição!
Sábado, dia 14, às 15h
R$ 10 e R$ 15
ê coisa boa! é dia de muita festa e comida no salão! coco, forró, xote, baião. milho, pipoca, canjica e quentão. e nesse frio, a grande roda pra aquecer o coração! No som, Sexteto Sucupira, Forró De Rabeca e
Coconomã.

Gruta :: Portal Julino @ Santo Cristo
Sábado, dia 14, às 23h
0800 para os gruteiros de bicicleta e aos aniversariantes do mês de julho; R$ 10 antecipado ou com nome no mural até 1h; R$ 30 sem nome na lista
O portal reabre em meio aos festejos de julho em clima de final, com o seu arraiá eletrônico-organico, por entre as sobras do carnaval de outras épocas no Bairro do Santo Cristo. Line-up: Tata Ogan (Vitrolinha) Nikkatze (BLUM-SP) Yule (unsbeat | gruta) TSFN (gruta | o/nda | manie) Vitín ( gruta)

Bloco Mais Glitter Pfvr ft Bloco do Sai, Hétero @ Cordão do Bola Preta
Sábado, 14 de julho, 23h
R$10 + 1kg de alimento (antecipado); na porta, 0800 para os 100 primeiros com voucher do Sympla; nome na lista até 2h R$15, sem nome na lista R$25
Os dois Blocos que agitaram o carnaval da galera em 2018 voltam nesta mega edição regada a muita purpurina! Para rebolar o rabetão ao som de Funk, Pop, Divas e as músicas mais fervidas da pista.

ForRódaTaylor – Edição julina @ Rua Taylor, 39
Domingo, dia 15, 15h
Grátis
A reunião de forró mais popular da cidade chegou pra ficar! Um encontro de músicos e amigos que amam a cultura do nosso povo e não conseguem ficar nem um dia sem arrastar as chinelas! Evento mensal aberto e gratuito ocupando o espaço público! É cedinho, pra confraternizar e dar aquele esquenta pra noite de domingo!

#cinema

Risco Cinema – A Origem da Noite (Cosmos Amazônico) @ MAM
Sábado, 14 de julho, 17h
Grátis
Esse artista de vanguarda alemão vem realizando obras frequentes desde a década de 1970 junto aos povos originários das Américas, borrando princípios dicotômicos por meio de complexas elaborações estéticas. Uma obra de destaque de Baumgarten nesse sentido é o longa-metragem “The Origin of the Night (Amazon Cosmos)”, que começou a realizar em 1973 e finalizou em 1977. O filme é inspirado em mitos da etnia Tupi extraídos da publicação “Do Mel às Cinzas – Mitológicas 2”, do antropólogo Claude Lévi-Strauss.

#artes visuais

Tunga – o rigor da distração @ Museu de Arte do Rio – MAR
Até novembro – terça a domingo, das 10h às 17h
R$ 20 (grátis de terça)
Tendo como eixo central a produção em desenhos do artista, a mostra reúne cerca de 200 obras, muitas inéditas, criadas entre 1975 e 2015. Esculturas, filmes, fotografias e textos (pensados pelo artista como obras) completam a mostra, que acontece 12 anos depois da última individual do artista no Rio de Janeiro. Curadoria de Luisa Duarte e Evandro Salles.

Construções Sensíveis @ CCBB
Até 17 de setembro – de quarta a segunda, das 9h às 21h
Grátis
A exposição traz ao Brasil um recorte da abstração em nosso continente. Junto ao importante legado do concretismo e neoconcretismo brasileiros, são apresentadas as poéticas abstratas que prosperaram em outros países a partir dos anos 1930. Pensada especialmente para o Brasil, presta uma sutil homenagem à mostra “Arte Agora III, América Latina: Geometria sensível”, destruída num trágico incêndio em 1978, quando ocupava o MAM Rio de Janeiro. Diversos artistas apresentados naquela histórica ocasião estão presentes, junto a artistas contemporâneos que apontam para os rumos da abstração atual.

#ar livre

Slam das Minas RJ #04 @ Cinelândia
Quinta, dia 12, 19h (Ato por Marielle Franco sai da Candelária às 16h)
Grátis
Slam das Minas é uma batalha lúdico poética organizado por Carol Dall Farra, Débora Ambrósia, Letícia Brito e Lian Tai. Na busca de um espaço seguro e livre de opressões para desenvolvimento da potência artística de mulheres, pessoas queer, agender, não bináries e homens trans optou-se pela ocupação da rua para acabar com a invisibilidade dessas pessoas e para estimular os encontros e afetos. Com participação de poetas, musicistas, performers e transeuntes, o microfone aberto para o empoderamento. Evento com Sarau Dazamigas (Luellem de Castro / Ane Dilei Marcelino / Fernanda Albuquerque), DJ Bieta e Doralyce.

Publicidade Anuncie

Foto destaque: sillas.h


Gabriela Rassy
Jornalista enraizada na cultura, caçadora de arte e badalação nas capitais ensolaradas desse Brasil, entusiasta da cena musical noturna e fervida por natureza.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Estes bolos geométricos são tudo na vida de quem é de virgem ou capricórnio