Ciência

Descoberta do primeiro lago de água em estado líquido em Marte anima os cientistas

por: Redação Hypeness

A vida na Terra está cada vez mais difícil. Com os crescentes alertas de ambientalistas sobre os riscos provocados sobretudo pelo avanço do desmatamento, impulsionando ainda mais os efeitos do aquecimento global, a expectativa é que o planeta se transforme em um espaço inóspito para os seres humanos.

Por isso a intensificação do envio de seres humanos ou o desenvolvimento de máquinas que possam coletar informações para o estudo das condições de outros planetas do sistema solar.

Atualmente um dos maiores desafios da humanidade é Marte. A primeira grande vitória foi o envio do robô Curiosity, que conseguiu colher informações preciosas sobre o Planeta Vermelho, como a existência de um lago ancestral.

Robô Curiosity é responsável por muitas descobertas sobre Marte

Agora outra surpresa, revista Science acaba de noticiar a descoberta de um lago subterrâneo no planeta marciano. A conquista representa o maior corpo de água em estado líquido já encontrado por lá.

“Este é um resultado surpreendente que sugere que a água em Marte não é um escoamento temporário, como revelado em descobertas anteriores, mas um corpo de água persistente que cria condições para a vida durante longos períodos de tempo”, disse Alan Duffy, professor associado da Universidade Swinburne na Austrália

A água está armazenada debaixo de uma camada de gelo marciano, em um lago amplo, com cerca de 20 quilômetros de extensão. Esta descoberta abre espaço para a possibilidade de abrigo de vida. Aliás, a notícia foi maior do que as expectativas nutridas pelos cientistas por ser a primeira evidência de água líquida permanente já encontrada.

Tudo foi possível graças ao radar MARSIS, abrigado pela sonda Mars Express, lançado em 2003 pela Agência Espacial Europa (ESA) e pela Agência Espacial Italiana. O dispositivo envia ondas eletromagnéticas para abaixo da superfície do planeta para depois receber dados sobre a densidade de cada região estudada.

As condições climáticas de Marte não são das mais favoráveis para a vida humana. O planeta é frio, árido e deserto. Mas, de acordo com estudos, há cerca de 3,6 bilhões e anos, o planeta tinha água em abundância, além de ser quente e úmido. Perfeito para o desenvolvimento. Nem precisa dizer que a água é indispensável para a existência de vida humana.

Publicidade

Foto: Reprodução/NASA


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Pode mesmo haver vida nas nuvens de Vênus, dizem cientistas