Estilo

Dior X Bihor: quando a melhor resposta à apropriação cultural é o empreendedorismo

por: Redação Hypeness

Patrocinado por:

Publicidade Anuncie

As passarelas de moda não estão de olho apenas nas últimas tendências, mas buscam também resgatar antigas tradições. O que quase ninguém lembra é a que preço elas fazem isso.

A coleção de pré-primavera 2017 da Dior trazia uma modelo vestida com um casaco com clara inspiração no artesanato feito na região de Bihor, na Romênia. Embora fosse vendida por € 30.000, a peça não prestava crédito nem revertia nenhum valor às suas criadoras originais, as mulheres tecelãs da região.

Foto via

Um projeto realizado pela revista de moda com conteúdo em romeno Beau Monde trouxe à tona a questão e buscou dar visibilidade aos criadores da peça original. Assim nascia o Bihor Couture.

A marca vende itens autênticos e devolve o dinheiro para a comunidade local, apoiando e mantendo viva a tradição da vestimenta romena. Em um vídeo de divulgação da iniciativa (abaixo, em inglês), as tecelãs lembram que, além de mais barata, a peça fabricada por elas é a original.

Para promover essa ideia, foi criada uma loja online para vender os produtos fabricados na região. Além disso, uma campanha de anúncios em revistas de moda divulgava o trabalho das tecelãs, que também decidiram aparecer em plena Paris Fashion Week para mostrar seu estilo. A iniciativa também convidou famosas como Lady Gaga e Beyonce a adquirir as peças.

Foto: Reprodução Bihor Couture

Embora faça sentido que a inspiração aconteça, achamos um pouco injusto que nada retorne em termos de dinheiro ou visibilidade para a comunidade que está lutando para manter suas tradições vivas. Como resultado, essas tradições estão morrendo“, destaca o site do projeto, elaborado com o suporte da McCann Romênia.

Como demandam muito trabalho e tempo para serem feitos, os itens não estão disponíveis para compra imediata, mas podem ser encomendados através do site da Bihor Couture, com preços começando em € 5. A peça copiada pela Dior, obviamente, é a mais cara do catálogo e custa a partir de € 500.  Feita à mão, a jaqueta pode demorar até um mês para ficar pronta.

Foto: Reprodução Bihor Couture

A iniciativa deu tão certo que abocanhou três leões em Cannes. Se não bastasse, apenas no primeiro mês da campanha, as designers de Bihor garantiram encomendas suficientes para cobrir o trabalho durante quatro anos e meio, segundo um vídeo publicado no Facebook.

Tem jeito melhor de combater a apropriação cultural do que esse? A gente acha que não!

Publicidade Anuncie

Créditos das fotos na legenda de cada imagem


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.


X
Próxima notícia Hypeness:
Julia Roberts relembra quando assumiu os pelos em 1999; veja outras artistas adeptas do estilo