Ciência

Esta pesquisadora já incluiu mais de 270 mulheres cientistas na Wikipédia em busca de igualdade

por: Redação Hypeness

Lembra quando falamos aqui sobre as mulheres indianas que estão lutando contra o preconceito ao criar verbetes sobre outras mulheres na Wikipedia?

(Se não lembra, clica aqui!)

Parece que elas não são as únicas a adotar esse método. Esta é também a ferramenta usada pela pesquisadora Jess Wade. Pós-doutoranda em eletrônica plástica no Imperial College London, ela quer mostrar ao mundo quem são as mulheres que contribuíram para grandes avanços científicos – mas cujos nomes muitas vezes foram esquecidos pela história.

Em entrevista ao The Guardian, Jess conta que começou com a meta de escrever um artigo na plataforma por dia, mas a animação era tanta que às vezes chegava a escrever três entradas de uma vez. Ao longo do último ano, ela divulgou o trabalho de mais de 270 mulheres na Wikipedia.

Jess diz não ter percebido a ausência de mulheres na ciência até ingressar em seu pós-doutorado, quando notou que era uma das únicas no campo. Ao se deparar com a ineficiência de ações que buscavam estimular mulheres a trabalhar com ciência, ela decidiu que poderia fazer a sua parte ao escrever sobre outras cientistas na Wikipedia.

A enciclopédia colaborativa é inegavelmente uma das primeiras fonte de informação com a qual nos deparamos após uma busca no Google. Mesmo assim, uma pesquisa realizada em 2011 aponta que somente 9% dos editores da plataforma são mulheres, o que gera falta de representatividade e uma lacuna de conteúdos voltados ao público feminino.

Publicidade

Fotos: Reprodução Making Physics Fun e Jess Wade/Reprodução Twitter


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Fóssil de ancestral de tiranossauro é encontrado em cidade do interior do Rio Grande do Sul