Debate

Everson Zoio nega estupro, critica ‘politicamente correto’ e diz ter inventado história

por: Redação Hypeness


“Na época, todo mundo riu. Não era esse tal de politicamente correto como é hoje. Por isso, está fazendo esse efeito todo. Hoje em dia, você não pode falar nada”, foi o que disse o youtuber Everson Zoio.

Com mais de 9 milhões de seguidores em sua página no YouTube, o mineiro natural de Extrema está no centro de uma polêmica em função da divulgação de uma gravação sua contando para os amigos como estuprou sua ex.

Zoio nega e  explica que tudo não passou de uma invenção. Com participação no Curitiba Social Mix cancelada, o rapaz diz estar arrependido.

Everson garante ter ‘inventado ‘ história do estupro

“Em 2015, perguntaram pra mim no vídeo: ‘você já teve uma cena engraçada na hora H?’. Realmente eu inventei essa história. Uma vez eu estava com a ex mesmo, e ela disse que não ia rolar [sexo]. Eu virei pra um lado e dormi, ela virou para outro lado. Eu quis aumentar mais coisa. Homem é assim. Homem sempre aumenta. Nada aconteceu, mas ele quer acrescentar algo”, se defendeu em vídeo postado nas redes.

Gravado em 7 de março de 2017, o conteúdo estava hospedado no canal Família Everson Zoio e foi descoberto pelos internautas, que criticaram a naturalidade com que ele descrevia como conseguiu transar com a namorada sem consentimento dela.

“Nesse dia, eu queria dar umas ‘galadas’ nela, dar umas furadas. Só que daí, ela estava cansada e falou: ‘não vai rolar’.

Eu pensei que estava com sangue na xota, e não era. Coloquei a mão na calcinha e está suave hoje, está tranquilo. E se estivesse menstruada a gente ia pelo caminho de terra. [Novamente] Ela falou que não ia rolar, que estava cansada. Eu falei beleza, não vou te forçar porque não sou estuprador, mas mesmo assim suave. Ela estava de pijaminha bem fino, fui abaixando, devagarzinho, sem querer acordar ela e consegui tirar.

Coloquei pro lado, foi entrando, mano. Primeiro, eu coloquei só a cabecinha e fiquei amortecendo. O grandão já bateu na porta e ficou lá. Vamos ver se ela acorda ou não. Foi só um teste. Só que eu fui empurrando, empurrando e ela não acordava. Fiquei dando umas cutucadas e ela acordou e falou: o que que é isso? Eu fiquei sem graça e depois resolvi dormir. Era só pra ser uma brincadeirinha, sem ela ver.”

As acusações de estupro se acentuaram com o surgimento de um outro vídeo dele dizendo ter se aproveitado de uma garota. A história é a mesma e ele afirma ter feito sexo com uma mulher enquanto ela dormia.

Para Carla Akotirene, a assistente social e doutoranda pela Universidade Federal da Bahia, o machismo deixa cicatrizes difíceis de eliminar. 

“O racismo mais o machismo juntos têm nos deixado cabisbaixas, inseguras com o espaço público, com a pressão arterial alta. Têm tirado dos nossos braços a força para os abraços, têm nos roubado noites de sonos, afetado”, escreve a assistente social e doutorando pela Universidade Federal da Bahia Carla Akotirene.

Nota Oficial Gostaria de esclarecer o fato sobre o suposto vídeo de sexo sem consentimento que esta circulando nas redes sociais. O vídeo é antigo de 2016, e esta totalmente fora do contexto, no vídeo estávamos contando causos (piadas), e apesar de entender que foi uma brincadeira totalmente imatura e de mal gosto, o fato não existiu, foi uma forma totalmente errada de tentar ser engraçado, mas perdi o controle e a situação se tornou agressiva e constrangedora. Não apoio nenhum tipo de violência e opressão contra mulheres ou qualquer pessoa, quem me conhece sabe que sou um cara simples de boa índole, nunca fiz mal pra ninguém e sempre estive do lado do bem. Peço desculpas a todos que foram ofendidos, meus familiares, amigos, seguidores e as pessoas em geral. Estou muito mal com a situação e abaixo segue o link do vídeo onde explico melhor tudo que aconteceu. (Link nos stories)

A post shared by Everson zoio 👁 (@eversonzoio) on


 

Publicidade

Foto: Reprodução/Instagram


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Miriam Leitão é desconvidada de feira de livro em SC. Motivo: a ‘ideologia’ dela