Debate

Afastado, presidente da Associação de Críticos do Rio de Janeiro nega acusações de assédio

por: Redação Hypeness

Presidente da Associação de Críticos do Rio de Janeiro, Rodrigo Fonseca se licenciou do cargo. Habitué em colunas de cinema dos principais veículos de comunicação do Brasil, Fonseca está no centro de uma série de acusações de assédio.

Segundo publicou a reportagem do BuzzFeed News, Rodrigo Fonseca teria assediado mais de 10 alunas. Ele nega. O presidente da Associação de Críticos do Rio diz que se afastou do cargo por conta própria em função de problemas de saúde.

“Eu não estou sabendo disso. Estou com problemas de estômago e não ia conseguir dar aula no próximo semestre”, declarou ao BuzzFeed News.

O professor alega problemas de saúde como causa do afastamento

Presença frequente no Omelete, nos jornais O Globo e do Brasil, Fonseca atuou como redator do programa Encontro com Fátima Bernardes. O professor também está anunciado como mediador de dois debates programados para sexta e sábado na Casa de Cultura de Paraty. O evento não faz parte da Flip.

As denúncias

Os primeiros relatos pipocaram em meados de junho, quando um grupo de alunas procurou a diretoria da escola Darcy Ribeiro acusando educador de assédio. De acordo com fontes presentes na conversa, por volta de 13 mulheres confirmaram a mesma história.

Semelhantes, os relatos apontam que o professor teria cometido os abusos durante o intervalo ou depois das aulas. Tudo começava com um convite para um café ou cerveja. As alunas dizem que caso não aceitassem, podiam ser prejudicadas.

Estudantes e funcionários da Darcy Ribeiro, uma das instituições de ensino mais renomadas do Rio de Janeiro, alegam que depois da repercussão do caso a escola começou a oferecer assistência jurídica e psicológica.

Publicidade

Foto: Reprodução/Facebook


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.


X
Próxima notícia Hypeness:
Influenciadores digitais estão na 1ª fila de vacinação contra covid-19 na Indonésia