Inspiração

‘Se a Inglaterra apanhar, ela também apanhará’: Campanha denuncia machismo durante a Copa

por: Redação Hypeness

Apesar da sofisticação entre as quatro linhas, do sentido de empatia e igualdade entre povos e espírito esportivo que a Copa do Mundo nos traz, ela também pode acender uma das mais abomináveis práticas associadas ao futebol: a violência. Diante de uma pesquisa que conclui que os casos de violência doméstica contra a mulher aumentam na Inglaterra durante os jogos (especialmente quando a seleção inglesa é derrotada), a agência J Waler Thompson (JWT) aproveitou o torneio para lançar uma contundente campanha contra tal problema.

Intitulada “The Not-So-Beautiful Game” (O jogo não tão bonito, em tradução livre, numa clara associação ao título de “esporte bonito” oferecido ao futebol). Nos cartazes, diversas bandeiras de países foram recriados com sangue no rosto de mulheres – entre eles, a cruz vermelha da própria bandeira da Inglaterra. “Se a Inglaterra ‘apanhar’, ela também apanhará”, diz a chamada da campanha. Entre as bandeiras por vir estão da Suécia e do Japão.

Um outdoor da campanha na Inglaterra

Segundo a pesquisa, a violência contra as mulheres do Reino Unido cresce 26% em dias de jogos – e esse número aumenta para 38% em caso de derrota inglesa. A culpa, é claro, de tais dados não é do futebol, mas sim da criminosa boçalidade de tantos homens e das tantas estruturas sociais que relativizam, incentivam e inocentam tais violências.

A campanha impressa em um jornal inglês

Publicidade

© fotos: divulgação


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Celebridades adotam cães da rua e de abrigos e incentivam fãs a fazer o mesmo