Debate

Vitória, filha de Ivo Meirelles, relata racismo em loja da C&A no Rio

por: Redação Hypeness


A filha do cantor Ivo Meirelles foi vítima de racismo em uma unidade da loja C&A, no Rio de Janeiro. Vitória, que prestou queixa em uma delegacia da capital fluminense, disse ter sido perseguida por uma funcionária da loja, que achando se tratar de uma ‘ladra’, foi atrás dela até o provador.

O ato de racismo provocou uma manifestação indignada de Ivo Meirelles, que se pronunciou por meio das redes sociais. “Racistas não passarão. O ocorrido foi na loja do centro do Rio, que fica na Rua do Ouvidor 186″, escreveu.

O hábito de perseguir negros dentro de lojas e supermercados é bastante comum no Brasil. Disfarçadamente ou não, funcionários e seguranças se sentem no direito de suspeitar de toda e qualquer pessoa de pele escura. O racismo os faz imaginar que se tratam de criminosos em potencial.

Causa indignação, mas esse ato de racismo é comum no Brasil

“A sensação de impotência e humilhação é tão grande que a vontade de chorar vem sem a gente querer, mas como um bom fruto do Morro da Mangueira, que quem me conhece já sabe, parada na porta da loja me fiz der entendida. Com dois seguranças negros parados ali, perguntei em alto e bom tom se ela estava com algum problema comigo, se era o tom da minha pele ou a característica das minhas vestes. A revolta é gigante, mas sigo firme. Racistas não passarão”, desabafou Vitória no Instagram.

Formada em design, a moça disse ter se sentido constrangida, pois segundo Vitória todos os clientes da loja acompanharam a situação. A jovem de 23 anos assegurou que vai tomar as devidas providências contra a marca. “Vou procurar junto as autoridades o que eu posso fazer para que a marca C&A tenha conhecimento do que aconteceu comigo e responda por isso para que situações como esta não aconteçam mais com ninguém”, declarou ao G1.

Por meio de nota a C&A, se dizendo contrária a qualquer tipo de preconceito, confirmou a apuração do caso.

“Nós, da C&A, repudiamos qualquer tipo de preconceito, seja ele por raça, cor e/ou religião. O respeito às pessoas e à diversidade faz parte dos nossos valores e enxergamos a moda como uma plataforma de expressão da individualidade de cada um, à sua maneira. Trabalhamos para que a experiência dos nossos clientes na loja seja sempre a melhor possível. Por isso, estamos averiguando o fato para tomar as medidas cabíveis.”


Publicidade

Fotos: Reprodução/Instagram


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Após Previdência, deputados querem liberar trabalho aos domingos