Debate

A gravidez de mulheres de 70 anos questiona controle de natalidade chinês

por: Redação Hypeness

O governo chinês registrou aumento nos casos de maternidade tardia. São mulheres entre os 50 e 60 anos, que depois de perderem o primeiro filho, estão buscando tratamentos como a fecundação in vitro para engravidar.

Segundo reportagem da Agência Efe, o número de gestantes após o início da menopausa é resultado de décadas de políticas de controle de natalidade. Durante 40 anos, o governo controlou o processo de natalidade, permitindo apenas o nascimento de um filho por família.

Além de impedir o nascimento de milhares de pessoas, a medida deixou marcas profundas no psicológico destas mulheres, sobretudo as que passaram pelo trauma de perdê-los durante a gestação. Com isso, muitos casais passavam a vida sozinho, contrariando uma tradição chinesa. Lá, são os filhos que cuidam dos pais quando envelhecem.

Mulheres de quase 70 anos estão engravidando na China

Os jornais estão apresentando uma série de reportagens com casos como o de Zhang Heng, que aos 67 anos perdeu o filho há quatro anos e depois de tentar adotar uma criança, conseguiu engravidar de gêmeos graças a um tratamento de fecundação in vitro.

A história promoveu um grande debate sobre o preparo do sistema de saúde chinês para lidar com situações tão complexas. O jornal oficial, Global Times, diz que muitas mulheres tiveram atendimento negado devido à dificuldade dos quadros.

Michael Gao, chefe de obstetrícia do hospital United Family, em Xangai, não enxerga capacidade suficiente da sociedade chinesa em controlar o fenômeno. “Elas têm que considerar isso muito cuidadosamente e estarem cientes de que a sociedade ou sua própria família podem não aceitar”.

O obstetra afirma compreender a situação e o desejo destas mulheres de serem mães. Porém, o profissional alerta para possíveis complicações geradas pela gravidez de reciso. O diretor do centro médico propõe estabelecer 45 anos como a idade limite para engravidar.

“O corpo humano está preparado para realizar uma gravidez, especialmente se a pessoa se cuidou bem durante a vida, mas, quando se fica mais velho, os riscos na gravidez aumentam muito”.

A China é o maior país da Ásia Oriental e o mais populoso do mundo. Lá vivem cerca 1,38 bilhões de pessoas. As grandes concentrações estão nas cidades mais ricas, como Xangai, lar de 24 milhões de pessoas.

Publicidade

Foto: Pixabay


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Nova York proíbe venda de cigarros eletrônicos com sabor