Diversidade

Ambientalista e pró-tecnologia. Quem é a possível 1ª governadora trans dos EUA

por: Vitor Paiva

As pautas progressistas vem definitivamente mudando a face do Partido Democrata nos EUA, e poderão fazer toda diferença nas próximas eleições no país. Depois da jovem latina Alexandra Ocasio-Cortez se tornar sensação e referência dentro do partido ao ser indicada como candidata democrata ao congresso pelo estado de Nova Iorque, agora é a vez dos Democratas do estado de Vermont fazerem história ao indicarem Christine Hallquist, a primeira transgênero a se candidatar ao cargo de governadora de um estado no país.

Hallquist derrotou outros três candidatos nas primárias democratas, obtendo 48,3% dos votos para se tornar enfim a candidata oficial do partido. Ainda que esteja concorrendo em um estado reconhecidamente progressista, para se tornar governadora de Vermont, Hallquist terá de derrotar o republicano Phil Scott, atual governador e indicado à reeleição pelo partido republicano. Vermont é também estado do senador Bernie Sanders, principal liderança progressista no país hoje, e potencial candidato à presidência dos EUA em 2020.

Aos 62 anos, Hallquist foi presidente-executiva da empresa do setor elétrico Vermont Electricity Cooperative, e em 2015 ela iniciou seu processo de transição de gênero.

Apesar de reconhecer as dificuldades no pleito, Hallquist acredita que tem chances não por ser trans, mas pelo seu histórico e suas propostas. “Amo Vermont, porque olhamos além de questões superficiais”, afirmou. Suas pautas não se restringem à luta LGBTQ, e expande-se às questões ambientais e tecnológicas. “Eu sou uma líder que por acaso também é transgênero. Os eleitores de Vermont sabem disso. Elas votaram para me apoiar por conta do que farei por Vermont.”

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Sul-africana eleita ‘Miss Universo’ destaca diversidade e fala contra o racismo: ‘Isso acaba hoje’’